Atenção

Fechar

Videoteca

Campanha
Campanha "Direito de viver"

O Hospital de Câncer de Barretos, maior e mais moderno hospital oncológico da América Latina, com atendimento 100% via SUS, lança a campanha “Direito de Viver”, criada pela WMcCann...

Álbum de fotos

Roda do Diálogo Jovem - 16º Etransport
Fotos- Guilherme Costa Silva (Divulgação/ Fetranspor). Utilizando a metodologia de "aquário", representantes de diversos públicos (poder público, empresários, empregados, jornalist...

Estante

De Áreas Degradadas a Espaços Vegetados

De Áreas Degradadas a Espaços Vegetados
Autor: (a) Patrícia Sanches

plurale no twitter

plurale no facebook

estão comentando

Elisabeth | 10/11/2014 | 15:14 | Na notícia: Biodireito - A Garantia da Vida Saudável

Eu nunca aprendi tanto como agora. Já sabia um pouco sobre o plástico, informações escolares, da TV, etc; mas este artigo da Colunista Carla Martins me fez ficar mais consciente do quanto trabalho vc tem pela frente e o quanto é importante cada vez se preocupar com o meio ambiente. É para as gerações futuras que vamos trabalhar hoje. Parabéns pelo trabalho!

Cristina Araripe | 19/09/2014 | 06:12 | Na notícia: PLURALE EM REVISTA, EDIÇÃO 37/ A riqueza de um parque nacional

Na Serra da Capivara, Patrimônio Mundial da Humanidade (Unesco) tudo nos emociona, impressiona e cativa. O conjunto de sítios arqueológicos é de tão grande valor que a gente sente uma forte pressão no peito ao ver que o Brasil não conhece, com licença da citação musical, o Brasil. Além disso, o Parque Serra da Capivara é um lugar único para se fazer trilhas e ver os canions espetaculares que preservam no fundo o encontro de dois tipos de vegetação que com os séculos se afastaram, a floresta amazônica e a mata atlântica. O sertão brasileiro, a caatinga é uma paisagem que nos faz sentir o quanto somos frágeis diante da natureza, a vida se adaptou ao causticante calor e secura. Viva a natureza, viva o Piauí. Vamos preservar o bioma.

Elisa de Alencar | 18/09/2014 | 15:00 | Na notícia: PLURALE EM REVISTA, EDIÇÃO 37/ A riqueza de um parque nacional

Muito boa a matéria. Parabéns, Isabella. Fiquei com vontade de conhecer esse belo lugar. O Brasil não conhece o Brasil.

Luiz Gaulia | 19/08/2014 | 10:30 | Na notícia: Da Era das Coisas, cansei!!!

Esta é a nossa incrível viagem pelo mundo que transforma tudo em objeto e paisagem. Mas nós não somos apenas os escolhidos ou seduzidos. Nós escolhemos e queremos nos seduzir por esse mundo de coisas. Falar sobre as coisas é mais simples que falar sobre o sentir, o pesar, o amar...Que belo artigo!

Rafaela Brito | 15/08/2014 | 12:44 | Na notícia: O preconceito como vetor do massacre

Muito bom artigo, Nelson! Infelizmente, os massacres são consequências dos preconceitos de todos os gêneros.

| 24/07/2014 | 12:20 | Na notícia: As lições da Copa aos olhos de uma torcedora

Sônia Araripe, querida, meus parabéns pela revista e pelo site, grande jornalista, saudades.

Mussa | 03/07/2014 | 19:04 | Na notícia: PLURALE EM REVISTA, ED 41/ O tempo e a mudança. A maldição do Saturno tecnológico

Que texto fantástico. Todos nós somos escravos desta nova era. A humanidade nunca viveu tão conectada e tão distante. Vc vê um tsunami do outro lado do mundo com a mesma frieza que vê um viaduto despencando aqui do lado. Essa enxurrada de informação nos congelou. Parece que tudo é um grande videogame.

Rosana Amin Tavares | 02/07/2014 | 19:37 | Na notícia: PLURALE EM REVISTA, EDIÇÃO 41/ Deserto do Atacama: uma saudação à natureza

Sensacional esta reportagem,parabéns jornalista Nicia Ribas.

Nelson Tucci | 30/06/2014 | 20:04 | Na notícia: As lições da Copa aos olhos de uma torcedora

PARABÉNS. A torcedora foi precisa, arguta. A atitude do Paulinho, na reserva, segurando a onda... Ele que passou pelo Corinthians a maior parte da sua vida profissional sabe bem o que é PRESSÃO. A atitude do "capitão" Thiago, de sentar na bola e chorar mostrou, na opinião deste outro torcedor, que os meninos ficaram com as pernas trêmulas. E naquele instante não dava pra botar fone de ouvido, bonezinhos e fingir que a coisa não era com eles. Os brinquedinhos adolescentes ficaram longe, como longe estava a coragem de olhar pra bola, pra torcida, pra bola, pra rede. Coisa que só os homens sabem fazer com segurança. Os meninos ainda não. Esconderam-se atrás da cortina de lágrimas. No tranco, deu certo. Sexta-feira tem mais um desafio, mas espero com menos adrenalina.

Marcel De Queiroz Pereira | 23/06/2014 | 10:10 | Na notícia: PLURALE EM REVISTA, ED 41 / Claro que é a economia

Christian, Ficou muito bom o texto. Um dos temas mais fascinantes do últimos anos é esta "sociologia das manifestações" (tema que vai aém do viés político-econômico abordado por você no seu artigo). A maioria dos comentários/colunas/artigos que li de um ano para cá ainda segue muito perdido na análise de causas e consequências, o que talvez seja até natural, pq não há definitivamente algo já concluído... quase todo mundo ainda não entedeu porque elas aconteceram, porque não voltaram a acontecer, quem foram os atores, etc...