Cadastre-se e receba gratuitamente a nossa newsletter Fechar

Atenção

Fechar

TV PluraleBiblioteca de Relatórios de Sustentabilidade

Videoteca

Verão eterno - Parceria do Observatório do Clima e Banco Mundial
Verão eterno - Parceria do Observatório do Clima e Banco Mundial

Terceiro filme da série do Observatóirio do Clima em parceria com o Banco Mundial. “O Clima Vai ao Cinema” exibirá dez filmes de oito pa&ia...

Álbum de fotos

PLURALE EM REVISTA, EDIÇÃO 54/ Ensaio de flores, por LUCIANA TANCREDO
Ao longo deste nove anos de Plurale tivemos o privilégio de contar com o olhar atento de uma das mais renomadas e relevantes fotógrafas de natureza, LUCIANA TANCREDO. Com cerca de ...

plurale no twitter

plurale no facebook

estão comentando

Luiz Gaulia | 09/01/2017 | 14:09 | Na notícia: Quero apenas uma boa cidade para se viver

Bom texto. Ter uma cidade boa pra se viver exige um trabalho danado. Acho que começar cuidando do prédio no qual moramos e depois da nossa rua já seria um belo passo adiante. No mais um bom conselho para os gestores públicos seria facilitar os negócios, os investimentos, o surgimento de novas empresas, da livre iniciativa. Convidar os investidores para conhecer a cidade e nela investir. Feliz 2017!

nadia rebouças | 03/01/2017 | 12:49 | Na notícia: Gracias a la Vita!

Bia Topo Gigio foi a mágica da vida que veio nos animar para continuar o caminho com luz! Muitos beijos!

Maria Beatriz Lisbôa Gumarães (Topo Gigio) | 03/01/2017 | 11:48 | Na notícia: Gracias a la Vita!

É com muita emoção que leio essa narrativa da Tia Nádia! E, assim como ela, agradeço à vida por ter nos proporcionado esse reencontro. Tia Nádia foi uma das pessoas mais importantes da minha vida, um divisor de águas, que me transformou numa criança muito mais feliz e de bem com a vida. Apesar da pouca idade, 6/7 anos, ainda hoje carrego o sentimento daqueles anos, ainda que a memória dos fatos esteja mais esmaecida. Fui a terceira filha e caçula na família, com duas irmãs mais velhas bastante extrovertidas, e acebei por me tornar uma criança muito tímida, até encontrar Tia Nádia como professora de alfabetização no Rainha da Paz. O carinho e a admiração por ela creio que foram de imediato. O que mais me marcou foi a sua escolinha de artes: como eu amava!!!! Ali pude desabrochar, tive espaço para ser quem eu era e gostaria de ser, enfim, era absolutamente livre!!! Agora lendo sua narrativa, concordo plenamente que a vida pulsa onde se abre espaço para a criatividade e a cultura. Frequentando a escolinha, minha transformação foi tão grande a ponto de em uma reunião de pais no Rainha da Paz, minha mãe ficar atônita ao ouvir Tia Nádia comentar sobre a minha personalidade extrovertida e com uma alegria contagiante (como ela mesma narra). O espanto da minha mãe foi enorme a ponto dela dizer que eu provavelmente teria dupla personalidade. Rsrsrsrsrs Guardo com o maior carinho o livro "O peixinho valente" que ela me deu no meu aniversário e que foi o mote do nosso reencontro, muito mais pela dedicatória do que pelo livro em si, que diz assim: "Bia, titia nunca vai esquecer as suas malandragens e sua vontade de melhorar. Continue assim pimpolha. Tia Nádia". Relendo agora, acho que como boa aluna, segui o conselho e nunca me desgarrei da vontade de melhorar. Que Tia Nádia havia marcado minha vida de forma contundente eu sempre soube, mas a minha maior alegria atualmente é saber que eu também marquei fortemente a sua vida, por tudo o que trocamos e vivemos juntas, eu como criança e ela como uma jovem mulher com muita vontade de melhorar, inspirando boas e belas transformações. Sempre! Que a vida nos reserve sempre ótimos encontros e parcerias!!! É o meu desejo para todos em 2017!!! Topo Gigio

Edwige Boscov | 30/11/2016 | 21:24 | Na notícia: No mundo da lua ou cuidando do nosso planeta?

Muito bom seu artigo, apesar de ser suspeita, você sempre lutou para um mundo melhor. Nos enche de orgulho.

lidia Monteiro | 30/11/2016 | 14:33 | Na notícia: No mundo da lua ou cuidando do nosso planeta?

Adorei a reportagem!! Saudades Adriana!

Luiz Gaulia | 08/11/2016 | 14:33 | Na notícia: Artigo - A reinvenção do agora

A reinvenção do agora é uma ruptura entre o passado, o presente e o futuro. Estamos numa corrida para a frente e não existe mais o presente. O cinemão americano já tinha mostrado isso em Matrix (1990) e Minority Report (2002).

Giuliana Preziosi | 26/10/2016 | 13:07 | Na notícia: Engajamento: O segredo de quem sabe ouvir verdadeiramente

Muito obrigada Vania!! Fico contente com seu comentário, um grande abraço

vania | 26/10/2016 | 12:47 | Na notícia: Engajamento: O segredo de quem sabe ouvir verdadeiramente

BOM ESTE TEXTO!!! Sempre oportuno para dosar as nossas conversas e diálogos. Vou enviar para pessoas que escutam pouco.... um abraço, VV

vania | 26/10/2016 | 12:44 | Na notícia: Engajamento: O segredo de quem sabe ouvir verdadeiramente

Guiliana, bom seu texto..Sempre complementa o que já estudamos e fazemos nas comunidades ou em nossos círculos de amigos e de trabalhos. Um abraço, Vania

Cleber | 30/09/2016 | 14:50 | Na notícia: Sistema Fecomércio RJ e Sincomércio Itaperuna realizam encontro na Região Noroeste

Pena que só achei esse site agora... mas ainda assim é muito valioso para meu negócio online que é: http://serralocal.com