Atenção

Fechar

Artigos e Estudos

Em pesquisa ESPM-Rio/ PLURALE, 80% dos jovens declararam que o conceito de sustentabilidade se resume a ‘desenvolver hábitos de consumo mais conscientes’

Estudo, que analisou 150 respostas de pessoas de 20 a 35 anos, foi realizado por alunos de Jornalismo da ESPM-Rio em parceria com a Plurale

Rio de Janeiro, junho de 2017 – Nesta segunda-feira, dia 5 de junho, comemora-se o Dia Mundial do Meio Ambiente. O tema é tão importante que, tradicionalmente, debates e reflexões acontecem até o fim da semana em todo o mundo, especialmente no quesito preservação. Mas será que as informações chegam, de fato, para as pessoas?

Os alunos do 7º período de Jornalismo da ESPM-Rio, em parceria com Plurale, revista e site com foco em sustentabilidade, foram às ruas do Rio de Janeiro, entre 1 e 10 de maio, e entrevistaram 150 jovens, entre 20 e 35 anos, urbanos e de classe social predominante A/B. Segundo a análise, 80% dos entrevistados resumem o conceito de sustentabilidade a apenas “desenvolver hábitos de consumo mais conscientes”, e 78% acreditam que “consumir produtos que não agridem o meio ambiente e a saúde humana” são a melhor definição de consumo sustentável. O estudo também mostrou o que os jovens compreendem como hábitos sustentáveis: uso de transporte público, redução de consumo e reciclagem. Considerando a esfera ambiental, estes são hábitos sustentáveis, mas ao contrário do senso comum sobre o tema, para além do meio ambiente, a sustentabilidade engloba aspectos sociais e econômicos.

Embora 51,3% dos entrevistados tenham afirmado que jamais deixaram de utilizar serviços ou consumir produtos pelo fato de uma marca não adotar boas práticas em relação ao meio ambiente, 90,7% disseram que deixariam de utilizar os serviços e/ou consumir os produtos de uma marca caso soubesse que a empresa pratica algum tipo de exploração dos trabalhadores. Em contraponto, 38% dos entrevistados não se consideram consumidores conscientes, ou seja, não levam em conta a postura das marcas em relação à saúde humana e ambiental e às relações justas de trabalho, no momento da escolha de produtos e serviços.

Na opinião do professor de Comunicação & Sustentabilidade e Gestão da Reputação e Relacionamento com Stakeholders da ESPM-Rio e coordenador do estudo, Dario Menezes, “a pesquisa contribui para o avanço da temática da sustentabilidade e para a compreensão dos jovens sobre o tema, demonstrando o quanto ainda precisamos construir como consciência do tema no nosso país”. Já os estudantes da ESPM-Rio que realizaram a pesquisa destacaram que “participar da realização deste estudo nos ajudou a entender os desafios da sustentabilidade no nosso país e possibilitar uma reflexão do engajamento da nossa geração no tema”, comentaram os alunos.

A jornalista Sônia Araripe, editora de Plurale, também comentou sobre a parceria. “Para nós, de Plurale, é um orgulho participar desta pesquisa desenvolvida em conjunto com alunos e Professor da ESPM-Rio, com o objetivo de conhecer melhor o que pensam os jovens sobre conceitos e práticas da sustentabilidade. Ajudamos a compartilhar a pesquisa em nossa rede, aumentando a visibilidade e respondentes. Felizes por podermos divulgar este resultado justamente agora que comemoramos dez anos de resultados relevantes. Que seja o começo de sólida e importante parceria."

Sobre a ESPM

Fundada em 1951 com o nome Escola de Propaganda do MASP e sob o slogan ‘Ensina quem faz’, a ESPM tinha como filosofia, mantida até hoje, reunir profissionais do mercado para ministrar seu curso, associando a prática com a teoria. Em pouco tempo já era reconhecida como uma das principais instituições de ensino do País.

A partir de 1974, deu início à sua expansão, inaugurando a ESPM Rio, no Rio de Janeiro. Em 1978 viriam os cursos de pós-graduação e, em 1985, inaugurou a ESPM Sul, em Porto Alegre. Considerada um centro de excelência no ensino de Comunicação, Marketing e Gestão, a oferta de novos cursos de graduação era o caminho natural a ser seguido. E desta forma, a ESPM ampliou seu portfólio: Administração (1991); Design (2004); Relações Internacionais (2006); Jornalismo (2011); Sistemas de Informação em Comunicação e Gestão (2014); Ciências Sociais e do Consumo (2015) e Cinema e Audiovisual (2015). O início do século XXI também ficou marcado pela introdução dos programas de mestrado e doutorado.

Sobre a Plurale

Plurale em revista e Plurale em site – Há uma década acreditando na sustentabilidade como tema principal das histórias que vêm contando, Plurale em revista e em site, dirigidos pelos jornalistas Sônia Araripe e Carlos Franco, vêm divulgando histórias de pessoas, empresas e projetos, abordando temas relacionados ao meio ambiente e iniciativas de cidadania, ação e cultura. www.plurale.com.br/revista-digital.php

Leia a íntegra do estudo clicando aqui.





Ir para lista de artigos e notícias


Veja também

1 comentário | Comente

 Digite seu comentário

*preenchimento obrigatório

Verificação - digite os caracteres da imagem no campo abaixo *



Nanete Neves |
Os jovens cariocas nessa pesquisa mostraram que têm uma certa informação a respeito. Porém é triste quando declaram que não fazem consumo consciente. Temos ainda muito a caminhar .