Atenção

Fechar

Amazônia

Fórum de Desenvolvimento Territorial do Médio Juruá/AM recebe aporte de US$ 2,3 milhões da USAID

Com apoio da USAID, ação liderada por Natura e Coca-Cola Brasil na região do Médio Juruá permitirá aumento de investimentos em educação, acesso à água potável, infraestrutura e cadeias produtivas da sociobiodiversidade

Manaus, 6 de dezembro de 2017 O Fórum de Desenvolvimento Territorial do Médio Juruá (AM) acaba de receber um aporte de US$ 2,3 milhões da USAID, agência de desenvolvimento internacional do governo norte-americano. O investimento será destinado a ações de educação, saneamento, infraestrutura, acesso à água potável e estudos sobre as cadeias produtivas da região, como açaí, andiroba e murumuru, lideradas por Coca-Cola Brasil e Natura. O projeto de desenvolvimento da região apresentado à USAID foi coordenado pela organização da sociedade civil SITAWI Finanças do Bem, que mobiliza capital para impacto socioambiental positivo.

Além da participação das empresas, o Fórum conta também com agentes locais e tem o objetivo de integrar as organizações e instituições que atuam no Médio Juruá para promover o desenvolvimento socioeconômico das comunidades ribeirinhas. As necessidades da região foram evidenciadas a partir da medição do Índice de Progresso Social-Comunidades (IPS), utilizado como instrumento de diagnóstico e avaliação socioambiental na região desde 2015.

O índice baseia-se na metodologia desenvolvida pelo professor e economista americano Michael Porter e mede progresso social sem considerar fatores econômicos. A pesquisa é pioneira no mundo ao utilizar dados primários para avaliação de desenvolvimento socioambiental em nível local, a partir de uma iniciativa conjunta de Natura e Coca-Cola. Com o diagnóstico – elaborado com apoio técnico da Ipsos -, empresas, órgãos governamentais, ONGs e movimentos sociais podem alinhar os esforços de investimento na região.

Na segunda medição do IPS, destaca-se o progresso obtido entre 2015 e 2017 em relação ao acesso à água e ao saneamento básico, que avançou nove pontos percentuais entre a população urbana e 21 pontos percentuais entre os ribeirinhos, fruto do trabalho e da mobilização social das organizações do Fórum do Médio Juruá.

Projeto participativo

A SITAWI será a executora do projeto financiado pela USAID e responsável por coordenar as atividades, em parceria com organizações do território. “Todo o desenvolvimento do projeto se realizou a partir das demandas das populações. O projeto tem o potencial de ser transformador na região para empoderar as comunidades e servir como exemplo de como cadeias de valor sustentáveis podem conservar a biodiversidade e conduzir o desenvolvimento social na região. Isso deve ser um marco para outras regiões da Amazônia”, afirma Rob Packer, gerente de Finanças Sociais da SITAWI.

Educação e acesso à água

Fundada em 1969, a Natura é uma multinacional brasileira de higiene e cosmética. Líder no setor de venda direta no Brasil, com mais de 1,8 milhão de consultoras, registrou R$ 7,9 bilhões de receita líquida em 2016. Foi a primeira companhia de capital aberto a receber a certificação B Corp no mundo, em dezembro de 2014, o que reforça sua atuação transparente e sustentável nos aspectos social, ambiental e econômico. Com operações na Argentina, Chile, Colômbia, Estados Unidos, França, México e Peru, detém também o controle da marca inglesa de beleza The Body Shop e da australiana Aesop. Produtos da marca Natura podem ser adquiridos com as consultoras Natura, pela Rede Natura, por meio do app Natura ou em lojas em São Paulo, Rio de Janeiro, Paris e Nova York. Para mais informações sobre a empresa, visite www.natura.com.br e confira os seus perfis nas redes sociais: LinkedIn, Facebook, Instagram, Twitter eYouTube.





Ir para lista de artigos e notícias


Veja também

0 comentários | Comente

 Digite seu comentário

*preenchimento obrigatório

Verificação - digite os caracteres da imagem no campo abaixo *



Ninguém comentou essa notícia ainda... Seja o primeiro a comentar!