Atenção

Fechar

Social

Estudo quer identificar novas informações para a criação de indicadores e estatísticas que fortaleçam a filantropia no País

São Paulo, janeiro de 2018 – Em mais de 900 municípios brasileiros o único hospital que atende a população é uma unidade filantrópica. A apuração é resultado da pesquisa inédita A Contrapartida do Setor Filantrópico para o País, lançada em 2015 pelo FONIF – Fórum Nacional das Instituições Filantrópicas, que agora entra em sua segunda fase com dados que estão sendo coletados no setor a partir da campanha Cadastro das instituições filantrópicas presentes no País.

Organizado em parceria com a consultoria DOM Strategy Partners, que também realizou a primeira versão da pesquisa, o novo estudo reunirá, pela primeira vez, dados primários e atualizados fornecidos pelas próprias instituições filantrópicas - diferentemente da edição anterior, que reuniu informações sobre o setor a partir de dados oficiais dos três ministérios que regulam a filantropia no país: Saúde, Educação e Desenvolvimento Social.

O processo de coleta de informações foi iniciado no último mês de novembro e a previsão é que em 2018 o FONIF apresente à sociedade os resultados da nova pesquisa. A instituição alerta para a importância da mobilização do setor para sucesso desta iniciativa. “Quando consolidamos a primeira pesquisa, pouca gente conhecia o impacto das atividades das filantrópicas para o país. Até mesmo entre os agentes públicos havia um desconhecimento muito grande. A partir do nosso estudo, conseguimos levar esclarecimento e mostrar o quanto o Brasil precisa da filantropia, e o quanto o nosso setor precisa ser apoiado e fortalecido”, comenta Custódio Pereira, presidente do FONIF.

“Por tudo isso, é fundamental que todas as instituições participem deste movimento que dará origem à nova pesquisa. Além de consolidar o cadastro e torná-lo mais abrangente, a pesquisa vai aprimorar o fluxo de informações, permitir a criação de indicadores e estatísticas e ampliar a representatividade do setor”, completa Pereira.

A participação no Cadastro das instituições filantrópicas presentes no País é aberta às mais de 9 mil entidades filantrópicas brasileiras representadas pelo FONIF. Para acessar o cadastro, visite a página: http://fonif.org.br/cadastro-de-instituicoes-filantropicas/

Filantropia em números
Em sua primeira fase, a pesquisa promovida pelo FONIF apurou que o benefício concedido pela Constituição Federal às filantrópicas representa menos de 3% da arrecadação da previdência. Por outro lado, reflete-se em milhões de atendimentos anuais realizados em hospitais, unidades de saúde, educação básica, ensino superior e entidades de assistência social.

Na área da saúde, o setor concentra 53% dos atendimentos SUS em todo o País, segundo mostrou o estudo. Quando o assunto é educação, mais de 2 milhões de jovens têm a oportunidade de estudar em filantrópicas, sendo que, desse total, 600 mil são bolsistas. Na Assistência Social, o setor é responsável por 62,7% das vagas privadas ofertadas com 100% de gratuidade em todo o país. Ao todo, a filantropia contabiliza o atendimento a mais de 100 milhões de pessoas nessas três áreas em que atua Brasil afora.

SOBRE O FONIF
O FONIF - Fórum Nacional das Instituições Filantrópicas tem como objetivo institucional o fortalecimento e a defesa de interesses das entidades filantrópicas que atuam no Brasil nas áreas de saúde, educação e assistência social. Constituído legalmente em 2015, o FONIF foi fundado a partir da reunião de 40 mantenedoras das mais importantes e reconhecidas instituições do país, que se uniram para debater os rumos do setor e as alternativas para garantir os direitos e o pleno funcionamento dessas entidades. Uma das principais ações empreendidas pelo FONIF foi a realização da pesquisa “A contrapartida do setor filantrópico para o Brasil”, desenvolvida em parceria com a DOM Strategy Partners entre 2015 e 1016, que aponta que, para cada R$1,00 (um real) oferecido pelo Estado como imunidade fiscal às filantrópicas, há um retorno de R$6,00 (seis reais) em benefícios entregues à sociedade. Dados mostram ainda que as atividades do setor beneficiaram, só em 2015, mais de 160 milhões de pessoas e geraram cerca de 1,3 milhão de empregos. Mais informações sobre o FONIF e a pesquisa podem ser obtidas no site da entidade:
www.fonif.org.br





Ir para lista de artigos e notícias


Veja também

0 comentários | Comente

 Digite seu comentário

*preenchimento obrigatório



Ninguém comentou essa notícia ainda... Seja o primeiro a comentar!