Atenção

Fechar

Social

Quarto “Conecta”, no Parque Lage, acelera iniciativas por negócios sociais

Do Rio

Cerca de 100 pessoas entre empreendedores de negócios sociais, culturais, educadores, consultores, investidores e potenciais parceiros participaram, na terça à noite, no Parque Lage, da quarta edição do Conecta, que faz parte dos projetos da Convergência, plataforma criada com o objetivo de acelerar iniciativas pelo Rio, criar espaço de diálogo e colaboração. “Foi uma noite mágica de muito entusiasmo, paixão por causas e conexões”, resumiu Walter Cavalcante, idealizador do Convergência em consonância com as palavras de Fábio Szwarcwald, diretor do parque, que sediou o evento desta vez.

A apresentação de André Martins, que criou a Mega Lanches, na Rocinha, foi um dos pontos altos da noite. O empreendedor criou um serviço de delivery para vários bairros da zona sul quando a crise financeira chegou à comunidade, pendurou bandeiras de diversos países na fachada para atrair a presença de estrangeiros que visitam o local, entre outras ações criativas e inovadoras. Julia Moura, da Tunnel Lab, falou sobre sua metodologia que já impactou mais de 3 mil alunos e professores. Nasceu com objetivo de utilizar tecnologia para desenvolver negócios que ajudem a resolver problemas nas comunidades onde os estudantes residem e hoje tem como clientes Intel, Cultura Inglesa e outros. Jaciana Melquiades, da Era Uma vez o Mundo, disponibilizou uma boneca negra para circular de mão em mão na plateia para sensibilizar sobre a importância de sua marca de livros e brinquedos, confeccionados artesanalmente. “Apenas 3% dos bonecos são negros”, justificou.

“Fiquei muito feliz em participar. Voltei radiante por todos os contatos que fiz e os que darão frutos”, contou Susan Soares, do Sukahteliê, que fez várias vendas de seus acessórios no evento. Em seu primeiro contato com a Convergência, a CEO da Malha, o maior ecossistema de moda colaborativa do Brasil, Lilly Clark, ficou encantada: “foi inspirador”, sintetizou. Negócios sociais incríveis foram apresentados em pitches (apresentações de no máximo cinco minutos) para investidores e consultores, no mesmo formato dos projetos de startups de tecnologia. Juntar quem já está empreendendo com quem pode e quer ajudar é o principal objetivo do evento, que dá voz e vez àqueles que têm poucas oportunidades de mostrar seu trabalho.

Perfeito Fortuna, ator e produtor cultural, Alycia Gaspar, diretora do Instituto Trevo Tecnologia Social, Pedro Werneck, diretor do Instituto da Criança, entre as 100 melhores ONGs do mundo, segundo o Global Geneva, Daniel Matos, da Secretaria Municipal de Educação, Denise Paiva, do MEC, e várias personalidades prestigiaram o evento. Em comum, os empreendedores têm a luta pela inclusão social, profissional, cultural e educacional de cidadãos dos seus territórios. Também participaram: Outdoor Social, CHAT21, Nova Direção, Rádio Yandê e Afrojazz. Mais de 40 movimentos de seis territórios do Estado do Rio de Janeiro fazem parte da Convergência.





Ir para lista de artigos e notícias


Veja também

1 comentário | Comente

 Digite seu comentário

*preenchimento obrigatório



Malu Fernandes |
Leitores da Plurale que queiram participar do 5º Conecta nos darão grande prazer. Representantes de empresas, investidores, negócios sociais e consultores, por favor, enviem email para malu.fernandes@shoppingdecomunicacao.com.br com o assunto "participação no 5º Conecta".