Atenção

Fechar

agenda

Outros

A Arte abraça Brumadinho - 5ª Edição - Especial Natal

Data: 14 de dezembro

O Fim de ano se aproxima e, para muitos, é momento de ressignificação da vida e da fé. Em Brumadinho, será o primeiro Natal após o rompimento da barragem, que matou 255 pessoas e deixou 15 desaparecidos. As pessoas e a cidade precisam de acolhimento e solidariedade para seguir em frente, ainda que tomadas pela dor e pela saudade.
Para abraçar os moradores de Brumadinho e renovar as esperanças de toda a população, o projeto "A Arte abraça Brumadinho" apresenta sua 5ª edição. O "Oratório de Natal" contará com a participação do compositor e multi-instrumentista Marcus Viana e cerca de 100 músicos e cantores. Juntos, celebrarão o Natal cantando e falando sobre vida: o maior presente de Deus para os seres humanos; vidas que brilham, nos purificam e exalam perfume, que nos fazem acreditar no sagrado que há em cada um de nós.
Marcus Viana, que tem uma casa em Brumadinho e nutre um afeto especial à região, desenvolve um trabalho que mistura música clássica com o popular e imprime uma mensagem espiritual às suas obras. "Mais que um Oratório de Natal, pretendo levar a Brumadinho uma verdadeira celebração holística musical, cruzando a força da cultura afro-ameríndia às tradições clássicas europeias. Celebramos em música o sonho de um ser humano livre da dor e do sofrimento sobre um planeta em equilíbrio", explica o músico mineiro. "A música tem o poder de conectar Céu e Terra nos corações das pessoas. Essa é a inspiração deste Oratório: música para curar e elevar. O espírito do Natal não seria exatamente este?", afirma Marcus Viana.
O Oratório terá ainda a participação de:
- Sagrado Coração da Terra;
- Transfônica Orkestra;
- Sérgio Pererê e convidados;
- Orquestra Jovem Sinfonia de Betânia;
- Coral Sal da Terra;
- Batucabrum e coros infantis e músicos de Brumadinho e de outras cidades mineiras.
Segundo o idealizador do Projeto "A Arte Abraça Brumadinho", Carlos Alberto Netto, "o Oratório de Natal será uma obra inédita de músicas do repertório de Marcus Viana – cerca de 100 músicos entre orquestras e coros. "Nós, do projeto, temos procurado trazer algo inédito, pois a cidade merece. O Natal é a esperança de um mundo melhor, de dias melhores e de uma humanidade cercada de mais valores, expressa no nascimento do Cristo. Vamos contar três histórias que simbolizam os três presentes entregues pelos Reis Magos (ouro, mirra e incenso)", conta Netto.
O Oratório de Natal acontece no dia 14 de dezembro, sábado, no Estacionamento Central, antiga praça de eventos, no Centro de Brumadinho, às 19h, com entrada gratuita. Festeja também o aniversário de 81 anos da cidade (17/12), com esse abraço de arte e cultura.
Para Marina Spínola, diretora de Relações Corporativas da Fundação Dom Cabral (FDC), a atuação da escola de negócios no projeto está em consonância com a missão e o propósito da instituição, que atua em iniciativas em prol do bem-estar social. "O Projeto "A Arte Abraça Brumadinho" faz parte dos nossos esforços para mobilizar líderes a repensarem seu papel nas organizações e dar voz a iniciativas que transformam realidades e desenvolvem a sociedade", afirma Marina Spínola.
Sobre o projeto A Arte Abraça Brumadinho
"Arte Abraça Brumadinho" é um projeto institucional da FDC, em aliança com uma rede de voluntários de diferentes partes do Brasil. Ele integra os esforços da escola de negócios para articular relações, diálogos e iniciativas convergentes com a missão da instituição, com diversos grupos da sociedade.
A agenda de atividades é preparada em conjunto com representantes da comunidade de Brumadinho, coordenada pela FDC e tem a participação de profissionais voluntários.
O objetivo principal é dar visibilidade à comunidade afetada pelo desastre do rompimento da barragem de mineração e promover reflexão sobre alternativas de reconstrução simbólica e concreta da cidade, além de apoiar organizações locais a consolidar e ampliar o alcance de projetos sociais na localidade e fomentar o turismo através da oferta de uma programação diferenciada de arte e cultura.
Sobre Marcus Viana
O compositor e multi-instrumentista Marcus Viana vem, desde o final da década de 70, desenvolvendo uma significativa produção musical, tanto no Brasil quanto no exterior. Atuou por sete anos como violinista da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais. Nos anos 80, participou de turnês e gravações com Milton Nascimento e outros membros do "Clube da Esquina" como Beto Guedes, Lô Borges e Flávio Venturini.
Fundou o Sagrado Coração da Terra, ícone do rock progressivo nacional e latino americano, e a Transfônica Orkestra, grupo de música vocal e instrumental que funde elementos sinfônicos às raízes brasileiras e afro-ameríndias.
Marcus Viana é o músico brasileiro independente com maior número de CDs lançados no mercado nacional, com 55 títulos que vão desde música instrumental, MPB e trilhas sonoras passando pela música infantil, new age, clássica, contemporânea e rock progressivo.
É considerado um dos grandes compositores de música instrumental brasileira, principalmente no segmento de trilhas sonoras para cinema e TV, com as quais alcançou projeção internacional. Entre seus maiores sucessos para TV brasileira podemos citar as trilhas compostas para as novelas "Pantanal", "Ana Raio e Zé Trovão", "Xica da Silva", "Terra Nostra" e "O Clone" e para os filmes "Olga", "Filhas do Vento", "O Mundo em Duas Voltas" e "Mangoré".
Criou uma distribuidora de música independente, a "Sonhos e Sons", que hoje tem em seu catálogo mais de 500 títulos e congrega artistas brasileiros dos mais variados estilos musicais.

Marcus Viana.jpg