Atenção

Fechar

agenda

Outros

Programa de educação e geração de renda apoiado pela Neoenergia recebe inscrições até o dia 16 de janeiro

Data: Até 16 de janeiro

Da Neoenergia

Iniciativa Educar Transforma marca a segunda fase de ações ligadas ao fundo emergencial criado pelo Transforma Brasil com o objetivo auxiliar famílias vulneráveis

Estão abertas até o próximo dia 16 de janeiro as inscrições para o projeto Educar Transforma, desenvolvido pelo movimento Transforma Brasil, iniciativa apoiada pela Neoenergia – maior grupo privado do setor elétrico brasileiro. O programa, que tem foco no desenvolvimento de pessoas em situação de vulnerabilidade social, deve abranger três pilares: capacitação (qualificação com conteúdo digital), incubação (mentoria e acompanhamento com projetos e iniciativas sociais) e aceleração (acesso a recursos financeiros e/ou materiais). A meta é impactar 1 milhão de pessoas, mentorar 100 mil e acelerar 50 mil. Podem se inscrever Projetos Sociais, com ou sem CPNJ, em fase inicial ou negócios de impactos já em atividade. As inscrições estão abertas até o dia 16 de janeiro e o edital pode ser acessado no site: https://bit.ly/educartransformaedital.

Fundo Emergencial Transforma Brasil

A iniciativa para geração de emprego e renda deve receber aporte de R$ 25 milhões do Fundo Emergencial Transforma Brasil e de parceiros da organização. O fundo foi criado pelo movimento Transforma Brasil no início da pandemia com o objetivo de mitigar os impactos da crise em comunidades vulneráveis. Na primeira fase, o movimento arrecadou mais de R$ 31 milhões, que foram destinados para ações de assistencialismo. Foram doadas cerca de 6 mil toneladas de alimentos, atendendo 400 mil famílias em 27 estados brasileiros por meio de 3000 entidades sociais. Também foram distribuídos 14 mil litros de álcool, 63 mil litros de derivados de leite, 54 mil litros de água, 200 toneladas de produtos de higiene/limpeza, 20 mil máscaras e quase 143 mil marmitas e lanches.

Na segunda etapa, que teve início no dia 28 de agosto, o foco é promover um programa educacional que fomente o desenvolvimento econômico e social de pessoas em situação de vulnerabilidade, já que durante a crise provocada pelo Covid-19, cerca de 8 milhões de vagas de emprego foram fechadas em todo o país. O programa, financiado pelo fundo Transforma Brasil, visa a geração de renda por meio da empregabilidade, empreendedorismo social e micro empreendedorismo. Outro objetivo, também dessa fase, é estimular o currículo social contribuindo para a valorização do mesmo diante da retomada do mercado e da abertura de vagas de emprego, promovendo assim a empregabilidade, além de fomentar o uso do microcrédito de maneira consciente em áreas de vulnerabilidade social, possibilitando acesso a recursos públicos e/ou privados dentro das comunidades.

O Transforma Brasil conta com mais de 3.000 projetos e iniciativas sociais espalhadas pelo país que atuam nas comunidades locais e já beneficiam mais de 1 milhão de pessoas. A plataforma atua em 26 frentes como: cultura e arte, combate à pobreza, igualdade de gênero, ações emergenciais, dependentes químicos, proteção animal, inclusão, entre outras. Além disso, contempla projetos inseridos nos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU. O Transforma Brasil também conta com mais de 640 mil brasileiros cadastrados e mais de 3 milhões horas de trabalho voluntário em seu "voluntariômetro". A Neoenergia, maior grupo privado do setor elétrico brasileiro, é o apoiador master oficial do Transforma Brasil.

Sobre a Neoenergia: companhia de capital aberto com ações (NEOE3) negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo. Parte do grupo espanhol Iberdrola, a empresa atua no Brasil desde 1997, sendo atualmente uma das líderes do setor elétrico do país. Presente em 18 estados, seus negócios estão divididos nas áreas de geração, transmissão, distribuição e comercialização. As suas distribuidoras, Coelba (BA), Celpe (PE), Cosern (RN) e Elektro (SP/MS), atendem a mais de 14 milhões de clientes, o equivalente a uma população superior a 34 milhões de pessoas.

A Neoenergia possui 4 GW em geração, sendo 88% de energia renovável, e está implementando mais 1 GW com a construção de novos parques eólicos. Em transmissão, são 679 km de linhas e cerca de 5.000 km em construção. Por meio do Instituto Neoenergia, fomenta o desenvolvimento sustentável a partir de ações socioambientais e, assim, contribui para a melhoria da qualidade de vida das comunidades onde a empresa atua, sobretudo, pessoas mais vulneráveis, visando sempre pelo desenvolvimento sustentável. A partir de janeiro de 2021, a Neoenergia passa a integrar a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3 – Brasil, Bolsa, Balcão – que reúne companhias que possuem as melhores práticas de governança e sustentabilidade corporativa.