Atenção

Fechar

agenda

Outros

Rafael Cardoso participa da Campanha Coração na Batida Certa

Data: 12 de novembro

A campanha, organizada pela Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas (SOBRAC), traz o ator Rafael Cardoso para fazer um importante alerta sobre a incidência das arritmias cardíacas, suas consequências e a prevenção de morte súbita

O ator Rafael Cardoso veste a camiseta da Campanha Coração na Batida Certa para alertar sobre a importância dos cuidados com o coração e o acompanhamento médico. O ator passou por uma cirurgia em junho deste ano para implantar um desfibrilador cardíaco (CDI) devido a uma miocardiopatia congênita.

A miocardiopatia congênita é uma doença que provoca uma alteração na estrutura do coração e impede o coração, parcial ou totalmente, de funcionar corretamente. A doença faz com que a pessoa tenha risco de arritmias cardíacas muito graves, inclusive a morte súbita.

Em uma Live com Eduardo Saad, seu médico e membro da SOBRAC, entidade responsável pela Campanha Coração na Batida Certa, transmitida logo após a sua cirurgia para implante do desfibrilador cardíaco, Rafael Cardoso explicou que abraçou a causa da campanha pois, além de ter perdido cinco familiares por morte súbita, ficou com medo de deixar os seus filhos órfãos. “Depois desse susto, eu pensei: o mínimo que eu posso fazer é ajudar a alertar as pessoas para pensarem um pouco nesse assunto e irem atrás, porque é uma doença silenciosa. E eu, quando soube que poderia sofrer morte súbita, pensei nos meus filhos que poderiam ficar órfãos. Como que eu tendo isso e conseguindo me curar, vou conseguir ficar tranquilo sabendo que tem várias famílias que podem perder seus pais, os seus filhos, suas mães e avós”, ressaltou o ator.

A campanha tem como objetivo orientar e conscientizar a população sobre os principais sinais e sintomas de uma arritmia cardíaca, doença que atinge milhares de pessoas em todo o mundo e é responsável pela morte súbita de muitos brasileiros. “Algumas arritmias cardíacas podem acometer 1 em cada 4 pessoas ao longo da vida, podendo resultar em consequências graves, como insuficiência cardíaca e derrame cerebral (AVC). Além disso, as arritmias são responsáveis pela morte súbita de cerca de 300 mil pessoas todos os anos no Brasil”, explica Ricardo Alkmim Teixeira, presidente da SOBRAC.

O assunto é tão delicado e merece atenção que em 2007 a SOBRAC criou o Dia Nacional de Prevenção de Arritmias Cardíacas e Morte Súbita, comemorado anualmente em 12 de novembro, data que já faz parte do calendário do Ministério da Saúde. “A missão é divulgar e alertar a população leiga e profissional sobre os principais sinais e sintomas de uma arritmia cardíaca”, explica Carlos Kalil, coordenador da campanha.

Apesar de as arritmias cardíacas serem muito frequentes, inclusive em atletas e indivíduos jovens supostamente saudáveis, os sinais de alerta são pouco divulgados e sua prevenção ainda é precária. “Por isso, todos os anos procuramos levar orientações à população leiga sobre como identificar os principais sintomas, explicar o que são as arritmias e até mesmo treinar as pessoas sobre as manobras de ressuscitação cardíaca com massagens e uso do DEA (Desfibrilador Externo Automático)”, acrescenta Ricardo Alkmim Teixeira.

Para mais informações sobre a campanha Coração na Batida Certa, acesse: https://www.sobrac.org/campanha/ e pelo Instagram: @sobrac





Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.