Atenção

Fechar

estante

50 LGBTQ+ incríveis

50 LGBTQ+ incríveis

Autor: Débora Thomé
Editora: Editora Galera Record
Publicação: 2021
Páginas: 124
Preço sugerido: R$ 79,90

Escrito por Débora Thomé, finalista do Prêmio Jabuti, com organização do pesquisador e ativista Richarlls Martins e ilustrações de dezoito profissionais não héteros, o livro traça panorama da luta pelos direitos LGBTQ+ no Brasil desde o século XVI. Galeria inclui políticos, artistas, atletas, lideranças religiosas e até militar

Traçar um panorama da luta pelos direitos LGBTQ+ percorrendo as vidas de 50 personalidades. Este foi o grande desafio da pesquisadora Débora Thomé e do pesquisador e ativista Richarlls Martins, autora e organizador de 50 LGBTQ+ incríveis. O livro apresenta ao público jovem adulto uma galeria de personalidades que deixaram sua marca nas suas carreiras e que lutaram pelo reconhecimento das causas LGBTQ+. A seleção inclui de cientistas a políticos, passando por artistas e escritores. Todos os 18 profissionais convidados para ilustrar a obra são não-héteros.

50 LGBTQ+ incríveis sai pela Galera Record, editora pioneira na publicação de romances jovens com protagonista gay. Desta vez, o novo livro da série “50 Incríveis” destina-se ao público jovem adulto. Os cinquenta nomes foram revelados na live de lançamento da pré-venda realizada no dia 30, no Instagram do Grupo Editorial Record. Em suas últimas páginas, leitores e leitoras encontrarão espaço para incluir os seus LGBTQ+ incríveis. Sob o cuidado criterioso do organizador, o livro contou também com leitura sensível e respeito à linguagem LGBTQ+. Parte do faturamento com as vendas revertida para organizações em defesa dos direitos de pessoas LGBTQ+.

"O ‘50 brasileiras incríveis’, de 2017, me mostrou o quanto era possível ajudar o mundo a mudar contando para as novas gerações histórias de mulheres com trajetórias muito diferentes, diversas. Quando comecei a escrever o LGBTQ+, desta vez, para jovens, adultas e adultos, me dei conta de quanta diversidade temos para conhecer", pontua Débora, que ressalta o quão transformador foi conhecer todos estes personagens e suas trajetórias. “São pessoas que foram incríveis em lidar com suas próprias belezas. Quando a gente escreve, fica sempre pensando o quanto isso pode levar de coisa boa também para as outras pessoas. Como me disseram muitas pessoas que conheceram o projeto: que falta fez eu ter lido um livro como este na minha adolescência."

A escolha dos nomes que compõem 50 LGBTQ+ incríveis passou por um processo que visava garantir a representatividade dos sujeitos sexualmente diversos e visibilizar as coletividades que compõem estes 50 perfis. “Tivemos o cuidado analítico de tecer uma lista de incríveis sujeitos que têm na orientação sexual e na identidade de gênero pontes que nos possibilitam olhar para a interseção racial, de gênero, artística, política, religiosa, de ativismo e tantos outros atravessamentos que nos constroem”, explica Richarlls. Na pesquisa, ressalta o organizador de 50 LGBTQ+ incríveis, a teia dos nomes escolhidos carregam em si muitos outros nomes, pois representam narrativas que são acima de tudo coletivas, estruturais e sem oposição subjetivas.

"É através da representatividade e do exemplo que conseguiremos transpor o preconceito da sociedade. Esse é um livro para quebrar barreiras, para falar aos jovens LGBTQ que pessoas como ele sempre existiram e construíram coisas incríveis no pais", acrescenta a editora-executiva da Galera Record, Rafaella Machado.

Richarlls enxerga o livro como uma metalinguagem da representatividade “uma vez que se propõe a lançar mais luz sobre vidas que ao se representar traduzem múltiplas expressões que falam um pouco de cada uma e de cada um de nós”. A galeria abre com o furacão Pablo Vittar, "a drag da família brasileira", que conquistou o país com suas performances vibrantes, e inclui uma personagem do século XVI, a costureira Felipa de Sousa, condenada pelo Santo Ofício sob a acusação de ter se relacionado com mulheres, e chega até os dias de hoje, perfazendo a trajetória de luta que muites, célebres ou anônimes, ainda enfrentam em seus cotidianos.

Além de artistas e figuras históricas, 50 LGBTQ+ incríveis traz lideranças religiosas, entre elas uma pastora evangélica, e atletas como a jogadora de futebol Marta. A política está representada pela ex-vereadora Marielle Franco e outros militantes da causa, como o senador capixaba Fabiano Contarato. Os militares não ficaram de fora, sendo representados pelo oficial da PM de São Paulo, Leandro Prior, que enfrentou forte perseguição depois que um vídeo seu, fardado, dando um selinho em seu namorado viralizou nas redes sociais.

Ainda constam nomes como o de Roberta Close, do ator Paulo Gustavo, do carnavalesco Milton Cunha, das cantoras Sandra de Sá, Ludmilla e Daniela Mercury, além de representantes de áreas de conhecimento tão variadas quanto a arte, a ciência e o direito.

SOBRE A AUTORA

Débora Thomé é jornalista, cientista política e criadora do bloco de carnaval “Mulheres Rodadas” e autora de 50 brasileiras incríveis para conhecer antes de crescer, também pela Galera, finalista do prêmio Jabuti





Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.