Atenção

Fechar

Artigos e Estudos

PLURALE EM REVISTA , EDIÇÃO 65 - "Uma nova atitude a cada dia"

Por Antonietta Varlese, vice-presidente de Comunicação e Responsabilidade Social Corporativa AccorHotels América do Sul

Cada atitude que adotamos como cidadãos tem um impacto. Reduzir o consumo e o desperdício de água, reutilizar embalagens, reciclar o lixo, tudo isso impacta na preservação dos recursos naturais do planeta e na redução das emissões de poluentes na atmosfera. O que imaginar então da indústria do turismo, que em 2017 gerou um fluxo de 1,3 bilhão de viajantes no mundo segundo a Organização Internacional do Turismo?

A indústria se mostra cada vez mais atenta e preocupada com o seu impacto social e ambiental, pois sabe que cada pessoa que se desloca de seu lugar de residência para qualquer destino gera um impacto. Por este motivo, as empresas do setor devem desenvolver formas de promover, dentro do seu modelo de negócios, o turismo sustentável e reduzir o seu impacto e o dos clientes no ambiente.

Nós, da AccorHotels, temos orgulho de ser indutores de um novo pensamento e de novas atitudes em relação ao meio ambiente. Operamos mais de 4.600 hotéis em mais 100 países e empregamos mais de 250 mil pessoas. Sabemos que nosso impacto é gigantesco e que temos o compromisso de conduzir mudança importantes no setor de hospitalidade e, mais além, na sociedade.

Dessa forma, desenvolvemos ações que geram um enorme impacto no dia a dia das operações dos hotéis e na vida dos nossos hóspedes. E apresento, aqui, três exemplos de iniciativas que adotamos.

Nosso programa Planet 21 reúne todas as iniciativas de preservação do meio ambiente. Uma delas é amplamente adotada e com excelentes resultados no mundo todo, sobretudo no Brasil. Por meio do Plant for the Planet incentivamos os hóspedes e camareiras a não trocar as toalhas todos os dias. O dinheiro economizado com os pagamentos às lavanderias é revertido para uma ONG que, por sua vez, faz o plantio de mudas endêmicas na Serra da Canastra, em Minas Gerais. Além deste replantio, o projeto prevê a recuperação de nascentes nos Rios Paranaíba, Rio Grande e Rio São Francisco, em Minas Gerais. Desde o começo desta parceria, há quase dez anos, 241 nascentes foram protegidas e 332 hectares, o equivalente a 442 campos de futebol, foram replantados.

Mais recentemente, em julho deste ano, lançamos a campanha “Canudo pra quê?”, em que incentivamos o desuso de canudos em hotéis e nos restaurantes que operamos dentro das unidades. É uma iniciativa ousada, que impacta em uma mudança de costumes de todos. Até o momento, já temos alguns resultados. Em 2017, o Grupo consumiu 54 milhões de canudos na América do Sul. Até junho deste ano conseguimos reduzir o consumo em 20%. E vamos reduzir mais.

Não podemos nos acostumar com cenas de animais marinhos mortos em decorrência do consumo de plástico dos oceanos. E sabemos que os canudos plásticos são muito difíceis de ser reciclados. Por este motivo, estamos retirando os canudos de nossos restaurantes. Quando o cliente solicitar, substituímos por opções de inox, papel ou bamboo. Mesmo assim, nossa ideia é não utilizar nenhum canudo. Temos a consciência de que essa medida irá impactar costumes e induzir a mudanças de hábitos.

Além disso, para abastecer os restaurantes com alimentos sempre frescos, a AccorHotels incentiva os hotéis a cultivarem hortas em seus espaços. A colheita pode ser usada para abastecer diariamente o menu do restaurante dos hotéis, além de compor as cestas de alimentos que ficam disponíveis para os clientes.

Sabemos que, como cidadãos, podemos reduzir nosso impacto e nossa pegada ambiental. E, como empresa, não é diferente. Nossa responsabilidade é ainda maior, pois somos e queremos sempre ser modelo e exemplo para a sociedade. Não faz sentido sermos líderes em experiências de hospitalidade se não conduzirmos também mudanças que levem a um mundo melhor. É nosso dever, que executamos com prazer.





Ir para lista de artigos e notícias


0 comentários | Comente

 Digite seu comentário

*preenchimento obrigatório



Ninguém comentou essa notícia ainda... Seja o primeiro a comentar!