Atenção

Fechar

Destaques

Novos sabores, menos desperdício

Rede Accor apresentou uma culinária com o uso de PANC – plantas alimentícias não convencionais, no restaurante Térèze de um dos seus hotéis no Rio de Janeiro

Por Nícia Ribas, de Plurale

No mês do Dia Mundial do Meio Ambiente e no mesmo dia em que sacolas plásticas foram banidas dos supermercados, a rede Accor apresentou uma culinária com o uso de PANC – plantas alimentícias não convencionais, no restaurante Térèze de um dos seus hotéis no Rio de Janeiro, o .charmoso Santa Teresa Hotel RJ MGallery. Fica evidente que os ventos favoráveis à proteção do Planeta sopram cada vez mais fortes em todos os níveis da sociedade.

O projeto integra uma série de ações para evitar o desperdício colocadas em prática em seus mais de 3.500 hoteis em todo o mundo, através do Planet 21, programa de desenvolvimento sustentável da Rede Accor, que se orgulha de ter dois terços dos seus 21 objetivos já implementados.

A culinária PANC deliciosamente praticada pelo chef uruguaio Esteban Mateu, do Térèze, traz para a mesa do brasileiro itens comestíveis dantes inimagináveis. Com isso, ele abre um leque de opções para variar a tradicional salada de alface, por exemplo. No menu do dia 26, folhinhas não convencionais foram oferecidas junto com ají amarelo, quinoa crocante com peixe cru, e como prato principal, raviólis recheados de ervas da floresta. Na sobremesa, pudim de pão (o tradicional reaproveitamento de pão amanhecido das mesas brasileiras) com queijo de cabra da região, goiaba e casca de banana. Nas taças, espumante Hermann, de Santa Catarina.

“Trata-se de uma experiência culinária verdadeira com produtos sustentáveis”, explicou Esteban antes de descrever cada prato. Sempre priorizando os fornecedores locais, ele disse que só compra peixes do João e de outros 80 pescadores artesanais que fazem pesca sustentável. As plantas e ervas vem diretamente da horta vizinha, a Organicidade, criada há cinco anos pelo casal Daniel Gabrielli e Alice Worcman no quintal do antigo casarão da família dela, ali mesmo em Santa Tereza.

'Mato' na mesa

Adeptos da agricultura sintrópica, que produz alimentos regenerando naturalmente as florestas, o casal transformou uma extensa área gramada num paraíso de diversidade de plantas. Pelas ruas de Santa Teresa, a caminho da horta, Daniel ia mostrando, com entusiasmo, o 'mato' subindo pelos muros, nomeando cada plantinha: erva pepino, chanana, jambu, feijão borboleta, alho social, vinagreira, araçá, cidró.

Atualmente existem 350 espécies catalogadas de PANC. São plantas que se reproduzem facilmente, tolerando adversidades como escassez de água, solos pobres e locais inóspitos. Até a vitória régia contém um fruto comestível. Ao ser questionado sobre o perigo de se ingerir uma planta tóxica, Daniel alertou para a necessidade de buscar informação antes e sempre consumir uma pequena quantidade quando experimentar algo pela primeira vez, “para ver se seu organismo aceita bem.”

Em sua horta, Daniel cultiva também frutas, como maracujá, morango, noni ( chamada de gorgonzola por causa do seu cheiro forte). “Quando as lagartas surgem, é hora da poda,” explica ele, vibrando com seu trabalho debaixo do sol quente do inverno carioca. A compostagem é feita ali mesmo e as folhas secas servem para adubar.

Não ao desperdício

O projeto desenvolvido pela Accor já contabiliza redução no consumo de água em aproximadamente 9%; de energia, em 5,3% e nas emissões de carbono, em 6,2%. Além disso, todos os hotéis estão comprometidos em protegerem crianças contra abusos e mais de 4,5 milhões de árvores foram plantadas pelo mundo desde 2009.

O Planet 21 contribuiu para a conscientização das suas equipes de colaboradores, envolvendo hóspedes e parceiros na luta pela preservação do Planeta. Mais recentemente, anunciou a contratação de colaboradores da comunidade LGBT, ajudando no combate ao preconceito.

Ventos favoráveis, vida que segue.







Veja também

0 comentários | Comente

 Digite seu comentário

*preenchimento obrigatório



Ninguém comentou essa notícia ainda... Seja o primeiro a comentar!