Atenção

Fechar

Seguros

Seguros saúde e Cartão de Desconto - Quais são as diferenças fundamentais entre esses serviços?

Do Portal Planos e Seguros de Saúde -O que saber/ Da Fenasaúde

Você Precisa Saber:

Vivemos um momento histórico de profundas transformações em todas as áreas da sociedade. Na família, no trabalho e em muitos aspectos da vida cotidiana, é possível sentir enorme diferença no comportamento e nos costumes, se compararmos com 20 ou 30 anos atrás.

A prestação de serviços também sofre o impacto dessas mudanças. Muitos novos serviços têm sido colocados à disposição dos consumidores, como o UBER, serviço de mobilidade urbana; o AirBnB, serviço de compartilhamento de espaços para moradia; o coworking, serviço de compartilhamento de espaços para atividades profissionais; entre outros exemplos.

Essas mudanças podem ser positivas ou não, tudo depende da nossa necessidade e da compreensão que pudermos ter sobre o que cada serviço representa, de forma a não criarmos expectativas maiores que não serão atendidas.

De fato, se alguém deseja ficar em um hotel no período de férias não vai ficar feliz se precisar se hospedar em um apartamento do AirBnB. Terá que fazer seu café da manhã, retirar o lixo, arrumar o quarto pela manhã, entre outras tarefas do cotidiano. Em um hotel, por mais simples que seja, o hóspede terá serviço de arrumação e limpeza do quarto, retirada do lixo e, muitas vezes, o café da manhã incluído no preço da diária.

Essas diferenças precisam estar claras para quem escolhe uma ou outra opção no seu período de férias.

Na utilização do UBER e de outras meios alternativos de transporte isso também pode ocorrer. Os táxis são regulamentados e fiscalizados, inclusive para que seus motoristas estejam sempre em dia com exames médicos e carteira nacional de habilitação.

Já os meios alternativos nem sempre são fiscalizados pelo Estado e, isso pode permitir que sejam utilizados por pessoas não cadastradas, que utilizam veículos sem condições de segurança ou de higiene.

Recentemente, na área de saúde surgiram prestadores de serviço que oferecem consultas médicas e alguns exames com baixo custo.

São os cartões de desconto para consultas e exames em médicos e estabelecimentos relacionados; ou a contratação direta com a empresas que fornecem o atendimento médico e a realização de exames.

PARECE SAÚDE SUPLEMENTAR. MAS NÃO É!

QUAIS SÃO AS DIFERENÇAS FUNDAMENTAIS ENTRE SEGURO SAÚDE E CARTÕES DE DESCONTO?

Não há regulação e nem fiscalização

Esses serviços não são regulados e nem fiscalizados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS.

Assim, se o serviço for prestado de forma inadequada o consumidor não poder utilizar a ANS para apresentar uma reclamação e, consequentemente, a empresa prestadora do serviço não será punida de nenhuma forma.

– Não há certeza de quais os procedimentos serão fornecidos porque não existe um rol.

Na saúde suplementar a ANS, agência reguladora e fiscalizadora das operadoras de saúde fornece um rol mínimo de procedimentos que deverão, obrigatoriamente, ser fornecidos para os consumidores.

A cada 2 anos esse rol é atualizado pela ANS e as operadoras fiscalizadas por ela devem, após a aprovação, inserir de imediato os novos procedimentos incluídos.

Nos serviços de saúde prestados sem a fiscalização da ANS, não há determinação de rol mínimo de procedimentos. O prestador de serviços pode fornecer aquilo que desejar e até quando desejar, podendo modificar de um dia para o outro sem ter que prestar nenhuma satisfação a quem quer que seja.

Nos serviços de saúde prestados por operadoras de saúde fiscalizadas pela ANS toda e qualquer mudança tem que ser comunicada previamente para o consumidor, como, por exemplo, a mudança na rede de prestadores.

Não são feitos cálculos atuariais para dar sustentação aos atendimentos.

A saúde suplementar como todos sabemos, funciona ancorada no mutualismo, ou seja, em valores que compõem um fundo mutual que pertence a todos os segurados e de onde são retirados os valores para o custeio dos procedimentos de saúde determinados pela lei ou pelo contrato.

As mensalidades são calculadas para que o fundo mutual tenha sempre recursos disponíveis para o pagamento dos procedimentos de todos os usuários. Não pode falhar! Ninguém pode ficar sem atendimento por falta de recursos no fundo mutual!

Nos demais sistemas de prestação de serviços à saúde não se sabe como os cálculos são feitos, porque não existem leis, nem dispositivos administrativos e nem fiscalização. Se durante a contratação o prestador de serviços quiser mudar as regras, ele pode, porque só poderá ser contestado judicialmente!

Em resumo: pode até parecer uma boa opção, mas também pode fazer um grande mal à saúde!

Fique atento para essas oportunidades que parecem ser muito mais vantajosas, porque isso nem sempre é verdade.

Antes de decidir contratar atendimentos de saúde verifique se esse plano é cadastrado na ANS. Essa consulta é fácil e pode ser feita pelo portal da agência – www.ans.org.br.

Também fique atento para o que está sendo oferecido como atendimento e, principalmente, aos termos do contrato.

Informação é sempre o melhor caminho para escolhas que não fazem mal à saúde!

O portal da FenaSaúde tem muita informação de boa qualidade, além de vários livretos educativos para quem deseja conhecer melhor a saúde suplementar no Brasil.

Conheça saúde suplementar! É uma ótima forma de prevenir aborrecimentos.







Veja também

0 comentários | Comente

 Digite seu comentário

*preenchimento obrigatório



Ninguém comentou essa notícia ainda... Seja o primeiro a comentar!