Atenção

Fechar

Destaques

Sustentabilidade norteia novas instalações da sede do Bradesco, na Cidade de Deus, em Osasco (SP)

Telhado verde, ônibus elétrico, auditório, academia, barbearia e centro comercial fazem parte das mudanças na sede do maior banco privado nacional

A sustentabilidade é o pilar que ancora as obras recém-concluídas. Foram inaugurados os Espaços Conviver, Bem Estar e Fitness, que ocupam 3.800 metros quadrados/ Foto de Egberto Nogueira (Divulgação)

Por Sônia Araripe, Editora de Plurale

Fotos de Egberto Nogueira/ Divulgação

Da Cidade de Deus, Osasco/ SP

Na década de 50, quando os pioneiros do Bradesco chegaram à esta região paulista que abriga a sede da maior organização bancária privada do País era tudo tão distante que foi preciso instalar casas dentro do complexo. Um dos fundadores do Bradesco, Amador Aguiar, morou por aqui com a família e esta também foi a rotina de muitos funcionários naqueles tempos iniciais. A gigante Cidade de Deus de hoje, com seus 13 mil funcionários - encravada na Vila Yara, no município de Osasco - pouco lembra àquela dos pioneiros, nascida em 1953. A sede administrativa do Bradesco é composta por 13 prédios administrativos, que estão distribuídos em uma área com 340 mil metros quadrados, entre jardins, bosques, árvores frutíferas, lago, campo de futebol, pista de atletismo, piscina e quadras de tênis. Mas há uma cultura organizacional que se mantém perene. O Museu - administrado pela Fundação Bradesco - guarda a memória "da alma" corporativa. A mesa que por tantos anos foi fiel companheira das decisões de Amador Aguiar está em lugar de destaque. Em cima, alguns de seus objetos pessoais. E uma frase que parece nortear as mudanças pelas quais atravessa a Organização - "Pense".

Ninguém jamais imaginaria, há alguns anos, por exemplo, ser bem recebida por uma jovem alegre com uma mecha de cabelos azuis ou por outro jovem de bigode e barba bem aparados na matriz de arraigado e conservador ambiente bancário. Os ternos com gravatas, aos poucos, começam a ser substituídos por camisas sociais e, no caso das mulheres, os terninhos corporativos com sapato fechado alto convivem com roupas mais descontraídas e acessórios coloridos. Por todos os lados nos aparecem sinais dos novos ventos que sopram há alguns anos no processo de renovação desta corporação tradicional. A mais perfeita tradução acaba de ser apresentada ao público interno e externo. Plurale esteve na Cidade de Deus, Vila Yara, para conhecer - e entender melhor - as mudanças que também chegaram com as novas instalações. O site corporativo acaba de ganhar áreas coletivas de bem-estar - academia, spa, lavanderia, clínica, salão de beleza, praça de alimentação, drogaria e até mesmo uma antes impossível barbearia. A sustentabilidade é o pilar que ancora as obras recém-concluídas. Foram inaugurados os Espaços Conviver, Bem Estar e Fitness, que ocupam 3.800 metros quadrados.

Move é ônibus elétrico, sustentável, que ajuda no deslocamento de 5 mil funcionários por dia dentro da Cidade de Deus/ Foto de Sônia Araripe - Plurale

Embarcamos em ônibus elétrico, silencioso, o Move, dirigido por uma motorista mulher. Mais sinais. Todos os dias cerca de 5 mil pessoas se movem na Cidade de Deus com a ajuda deste meio de transporte sustentável. Um novo aplicativo vai indicar exatámente onde está o próximo ônibus: são 10 pontos espalhados pela matriz para evitar que o funcionário ande mais do que 200 metros para pegar o Moov. A nossa anfitriã é ninguém menos do que Glaucima Peticov, Diretora-Executiva do Bradesco, responsável não só pela Área de Recursos Humanos, mas também pelo Marketing e pela Universidade Corporativa. "Ouvimos os funcionários através de pesquisas e esta era uma demanda muito forte. Estamos em área fora do eixo e era preciso facilitar a vida das pessoas. Até mesmo para almoçar era preciso sair do complexo. Fazer um exame em laboratório ou ir à academia também não eram tarefas fáceis. Pensamos... por que não trazermos estes serviços para dentro da Cidade de Deus?", lembra a Diretora. O Conselho de Administração e a Diretoria aprovaram a iniciativa: foram liberados R$ 30 milhões para executar as obras nos módulos de serviços (excluindo a parte do restaurante).

"Recorremos ao conceito da biofilia, integrando as instalações à natureza. Não retiramos as árvores existentes, nem mexemos nos terrenos. Ao contrário, incorporamos a natureza e aproveitamos os desníveis", explica Glaucimar Peticov, Diretora-Executiva do Bradesco/ Foto de Egberto Nogueira (Divulgação).

Entre licitação para o projeto e as obras efetivas, tudo foi feito em seis meses. As obras, dentro do conceito de engenharia limpa, evitaram resíduos e muito barulho. Era preciso também ter a preocupação em não alterar muito a estrutura da Cidade de Deus, uma verdadeira área preservada em meio à região urbana. "Recorremos ao conceito da biofilia, integrando as instalações à natureza. Não retiramos as árvores existentes, nem mexemos nos terrenos. Ao contrário, incorporamos a natureza e aproveitamos os desníveis", explica Glaucimar.

Assim, o que antes era um telhado passou a ser o novo restaurante corporativo, com seis salas privativas de reunião e também abrigando moderno auditório com 300 lugares para eventos corporativos, integrando muita luz natural e materiais sustentáveis. A inauguração externa foi feita hoje para analistas do mercado de capitais, da Apimec. No lugar dos tradicionais banheiros há lavabos com placas que voltam a indicar os novos tempos: há desenhos gráficos de mulher e homem, lado a lado, unissex.

Os serviços instalados nos Espaços foram escolhidos com base em pesquisas dos funcionários. As estruturas metálicas foram feitas sob medida, procurando incorporar a luz natural ao máximo. Os telhados das novas instalações são todos verdes, com grama, e as árvores parecem ganhar ainda mais destaque em decks e jardins / Foto de Egberto Nogueira (Divulgação).

"Tivemos o cuidado de manter a vegetação e abraçá-la. Temos 12 mil árvores catalogadas de várias espécies. Aqui é uma verdadeira reserva preservada", comenta a arquiteta Fernanda Matos Pinho, coordenadora das obras, do Departamento de Patrimônio do Bradesco./ Foto de Sônia Araripe - Plurale

Não é só. As estruturas metálicas foram feitas sob medida, procurando incorporar a luz natural ao máximo. Os telhados das novas instalações são todos verdes, com grama, e as árvores parecem ganhar ainda mais destaque em decks e jardins. "Tivemos o cuidado de manter a vegetação e abraçá-la. Temos 12 mil árvores catalogadas de várias espécies. Aqui é uma verdadeira reserva preservada", comenta a arquiteta Fernanda Matos Pinho, coordenadora das obras, do Departamento de Patrimônio do Bradesco. Madeiras plásticas no lugar de madeiras tradicionais e outros detalhes, como reúso de água e placas de energia solar na academia para aquecer a água, reafirmam o compromisso com a sustentabilidade. Um novo reservatório de água também está sendo construído para assegurar completamente a autosuficiência da Cidade de Deus.

O projeto é do Escritório DMDV e as obras foram feitas pela Construtora It`s Informov. Todos sob supervisão da Equipe Bradesco. Para o ano que vem, está previsto o término do Espaço Clinica Meu Doutor e Odontoprev, que vai oferecer atendimento médico e dentário. "Nossa preocupação é com as pessoas. Colaboradores trabalham ainda mais felizes se tiverem um ambiente de trabalho colaborativo, que promova o bem-estar", diz Glaucimar.







Veja também

0 comentários | Comente

 Digite seu comentário

*preenchimento obrigatório



Ninguém comentou essa notícia ainda... Seja o primeiro a comentar!