Atenção

Fechar

Artigos e Estudos

Instrumentos a favor de um ideal: estreia da Coluna Via Sustentável sobre ESG

Por Nelson Tucci, Colunista de Plurale

A governança ambiental entra em pauta, uma vez mais; se é que um dia ela saiu de cena – desde a Eco 92, ou Rio 92 como também ficou conhecida. Da reunião da Cúpula da Terra (em especial) até aqui assistimos muitos avanços e... alguns retrocessos. Mas o fato marcante é que o evento fez com que os países reconhecessem, e firmassem, o conceito de desenvolvimento sustentável. A partir daí começou-se a moldar ações com o objetivo de se resguardar o meio ambiente.

Lembro ainda que, depois de criar uma inédita Editoria de Meio Ambiente em um jornal para o qual trabalhava, em São Paulo, ajudei a montar um curso de Meio Ambiente para Jornalistas, na Escola de Comunicação da Universidade de São Paulo (ECA-USP), quando conheci os ilustres professores Paulo Artaxo, mestre em física nuclear, e Aziz Ab`Saber, o grande mestre da geografia no país, entre outros. O curso, de Extensão Universitária, foi tiro curto (coisa de uns dois meses só), mas de grande valia, pois quando começou a Eco 92 a gente que acompanhava o país e o mundo, escrevendo sobre meio ambiente, entre um int ervalo e outro de matérias sobre política, esportes e economia, já sabia do que se tratava.

Voltando ao século XXI, hoje sabemos – todos ! – da importância dos recursos naturais para o presente e o futuro do planeta (caso a gente aposte que ele vá chegar). Mais que o jardineiro, a florista e o ambientalista, agora o economista, o contabilista, a dentista, o projetista e o rentista sabem o quanto é fundamental termos um ambiente equilibrado. Não à toa o vice-presidente da República teve de encarar pesadas reuniões com investidores estrangeiros e empresários nacionais nestes últimos dias. E, ainda, recebeu carta assinada por nada menos que 17 ex-ministros e ex-presidente do Banco Central, em que manifes tam preocupações e cobram ações para derrubar a zero o desmatamento do Cerrado e da Amazônia.

O que este grupo de altos executivos do país propõe ao coordenador do Conselho da Amazônia e VP do país, Hamilton Mourão, é um documento com diretrizes fundamentadas na economia de baixo carbono, como pede o mundo civilizado. Pode ser esta a oportunidade para fomentarmos uma “recuperação verde”, logo após a crise da pandemia do Covid-19 por que passa o mundo.

Parece que finalmente chegamos ao fim da linha. Urge que mudemos a carta de voo. E esta deve ser estabelecida pelo governo central. Paralelamente, existirão ações (novas ou continuadas) de entidades da sociedade civil nos mais diversos setores da vida nacional. As companhias abertas, certamente, são parte expressiva dessa massa.
E será sobre isso, as companhias abertas e os agentes de mercado (inclusos aqui os investidores), de um modo geral, que nascerá mais uma coluna de notícias a partir deste próximo dia 20 de julho.


Via Sustentável é o nome do novo produto do Portal Acionista.com.br, o qual terei a honra de assinar. Ali vamos tratar do universo ESG (Environmental, Social and Governance Corporate), mostrando o dia a dia das companhias em suas ações ambientais, sociais e, sobretudo, de governança. Trabalharemos em parceria com Plurale, que replicará semanalmente em seu Portal a coluna, em uma demonstração de total parceria que poucas vezes eu vi nesta vida. Se somados os 12 anos de Plurale com os 20 de Acionista quase dá o tempo que tenho colocado o pé na estrada. Por isso acredito que vai dar muito certo esta mega parceria porque, n o final, seremos apenas instrumentos na idealização de um mundo melhor.







Veja também

0 comentários | Comente

 Digite seu comentário

*preenchimento obrigatório



Ninguém comentou essa notícia ainda... Seja o primeiro a comentar!