Atenção

Fechar

Educação

Galpão das Artes Urbanas Hélio G Pellegrino - Um lugar para você chamar de seu

Por Ana Cristina Damasceno

Relações Públicas Comlurb - Companhia Municipal de Limpeza Urbana do Rio de Janeiro

Julho vai terminando e com ele um novo ciclo de vida se inicia para o Galpão das Artes Urbanas Hélio G Pellegrino, um espaço da Comlurb que completou dia 1° de julho 18 anos, atingindo a maioridade.

Projeto com a missão de difundir a arte e o artesanato feito através do reaproveitamento, começando pelo próprio espaço que ele ocupa. Fica localizado embaixo de um viaduto, o Lagoa-Barra, na cidade do Rio de Janeiro, no bairro da Gávea, em frente ao Planetário e da PUC - Pontifícia Universidade Católica. Um local que poderia estar abrigando moradores de rua, usuários de drogas, assaltantes, animais abandonados e todo tipo de problema que se tem nas grandes cidades embaixo de viadutos.

A mentora do projeto foi a jornalista Lenora Moraes de Vasconcellos, que, com o auxílio de uma equipe multidisciplinar, o colocou em prática. Tive o prazer de fazer parte deste grupo e de até hoje tocar o projeto adiante, com o apoio da atual equipe da empresa.

Criado para sensibilizar quanto à redução do lixo e às diversas formas de reutilização dos resíduos de maneira lúdica, educativa, arte, artesanato, civilidade e cidadania. O Galpão agrega artistas e cidadãos que estão com o olhar voltado para a preservação da natureza e conquistar aqueles que ainda não se deram conta da importância das nossas atitudes para termos um mundo melhor.

São quatro espaços destinados a exposições: a Sala Contemporânea para artistas e artesões reconhecidos; a Galeria II para o lançamento de novos sucessos; o Espaço Recanto para exposições de menor porte; e o Espaço Reforma, que tem uma exposição permanente desde a sua inauguração em 2002. O local dispõe ainda de três ateliês para ocupação de artistas por um período que varia de seis meses a dois anos. Como permuta, os ocupantes dos ateliês oferecem oficinas gratuitas aos frequentadores.

São realizadas visitas monitoradas, palestras sobre limpeza urbana e meio ambiente de forma geral. Atuamos com artistas e artesões voluntários que oferecem oficinas gratuitas para adultos e crianças. Agimos também com parcerias para a concretização das ações voluntárias, de solidariedade, de arte e artesanato. A gráfica inteligente Arte Criação, o Restaurante Nomangue Barra, a cerveja Domiltila e a Casa da Empada são parceiros que atendem com seus produtos todas as inaugurações de exposições, pois o lugar é de muita festa sustentável e alegria.

A revitalização da área externa do Galpão é realizada a cada dois anos por grafiteiros renomados e que fazem parte da Multigrab, mostra de arte urbana que une skate e grafites, com curadoria de João Bives, Luiz Madruga e Bruno Big.

No atual cenário mundial diante da Covid-19, tivemos também que nos readaptar e o GAU, como é chamado o Galpão, não deixou por menos, imediatamente se adequou à nova realidade.

Foi criado o programa ”O Galpão vai até você”, com as exposições Brasil Reciclado, de Junior Cruz, e Brasil Jeans, de Rick Barboza, disponibilizadas online e as oficinas voluntárias, que dão dicas de reaproveitamento do lixo gerado em casa durante a pandemia, publicadas todas as quartas-feiras. A programação inclui também várias lives de divulgação. Tudo pode ser visto no instagram @comlurbcomunica ou no Facebook.com/Comlurb.

O patrono do Galpão Helio G. Pellegrino, que doou o painel da frente do espaço, feito de entulho de obras, denominado “ A Revoada”
assim parabenizou os 18 anos: "O Galpão das Artes é uma flecha para o futuro, o futuro plantado na cidade, antecipando exatamente vários anos luz. Porque quando a gente trabalha em prol do planeta e da manutenção dele, você está trabalhando em prol de você mesmo, porque o planeta somos nós. Se a gente coloca ele doente, a gente também fica doente. O Galpão tem um papel quase que de medicina, como se fosse um hospital onde as pessoas podem exatamente depositar a esperança e a fé de que as coisas vão melhorar. E as coisas só vão melhorar se existirem vários galpões e a nossa mentalidade for difundida".

Para qualquer esclarecimento, podem entrar em contato pelo e-mail galpaodasartes@gmail.com, que terei o maior prazer em responder.

A casa é sua, um lugar para chamar de seu!!!

Educação socioambiental e inserção no mercado de trabalho através do lixo que não é lixo!!

Unidos somos mais fortes!!!







Veja também

0 comentários | Comente

 Digite seu comentário

*preenchimento obrigatório



Ninguém comentou essa notícia ainda... Seja o primeiro a comentar!