Atenção

Fechar

ESG ESG

Coluna Via Sustentável - A evolução do ESG

Por Nelson Tucci, Colunista do Portal Acionista e de Plurale

Estudo realizado pela Rede Brasil do Pacto Global, em parceria com a plataforma Stilingue, aponta a evolução do tema ESG (em inglês, Ambiental, Social e Governança) em nosso dia a dia. De nome “A Evolução do ESG no Brasil”, a pesquisa realizada – nos meses de fevereiro e março últimos – com 308 membros do Pacto Global sobre percepções e ações práticas de ESG dentro das empresas mais atuantes no país mostra o ganho de relevância. Considerados os dois últimos anos, nota-se um crescimento exponencial. Em 2020 ocorreram 22 mil publicações sobre o assunto, número seis vezes maior que no ano anterior.

A plataforma apurou ainda que políticas de “equidade de gênero” são mais trabalhadas (57%) que “equidade de raça (46%) e LGBTQIA+ (31%)”. No universo digital, os setores mais vinculados à questão ESG (em 2020) foram o financeiro, óleo e gás, alimentos e bebidas, agronegócio e o varejo, nesta ordem. Com isto, as empresas mais destacadas foram XP Investimentos, BTG Pactual, Braskem, Shell, Nestlé, Ambev, BRF e Magalu. No aprofundamento da pesquisa qualitativa, aparece o agronegócio como o setor com maior familiaridade no campo ESG.

“Uma das consequências da crise causada pelo novo coronavírus foi o despertar da consciência de parcelas maiores da sociedade para a sustentabilidade”, constata Carlo Pereira, diretor executivo da Rede Brasil, que define o modelo ESG como a própria sustentabilidade empresarial.


TELE
A M. Dias Branco faz teleconferência nesta segunda-feira, 10, para comentar os resultados trimestrais com seus stakeholders.

VAI E VEM
A Infracommerce (ticker IFCM3) que marcou, desmarcou e depois reagendou IPO (desta última vez para investidores profissionais, em oferta restrita), levantou R$ 870 milhões e tornou-se a 191ª companhia no Novo Mercado.

PETRO
E a PetroRecôncavo (ticker RECV3) é a 192ª empresa listada no Novo Mercado. Em seu IPO, a operadora independente de petróleo e gás levantou R$ 1 BI na operação.

CONSELHO
Rubens Aguiar Alvarez (neto de Amador Aguiar), de 48 anos, foi nomeado membro do Conselho de Administração do Bradesco. Ele sucede ao irmão João Aguiar Alvarez, falecido em janeiro último.

GOL
A Gol, que teve prejuízo de R$ 2,5 BI no 1TRIM deste ano (contra R$ 2,2 BI, também negativos, no mesmo período do ano passado) informou, no encerramento desta última semana, que a demanda por voos aumentou 289% em abril, comparado a abril de 2020.
Segundo a companhia, a taxa de ocupação no mês ficou em 82,8% (3,3% maior que abril do ano passado).

POOL
A Embraer assinou contrato de longo prazo com a companhia Breeze Airways, dos Estados Unidos, envolvendo o Programa Pool, para dar suporte a uma grande variedade de componentes para a frota de jatos E190 e E195. A companhia brasileira manifestou satisfação em estabelecer parceria com a nascente aérea norteamericana.
Atualmente o Programa Pool fornece peças e reparos a mais de 50 companhias em todo o mundo.

REVERSÃO
A Ourofino, empresa parceira do Acionista, apresentou lucro líquido ajustado de R$ 9,6 MM no 1TRIM21. Na prática, reverteu prejuízo de R$ 3,1 MM obtido em igual período do ano passado.

LOGÍSTICA
Em parceria com a start up Green Mining, a Ibema ampliou a sua logística reversa (em papéis e papelões) e já faz coleta em 720 pontos na cidade de São Paulo. O material é processado na unidade de Embu das Artes (Região Metropolitana) e segue para a indústria.

O resultado é o Ibema Ritagli, primeiro papelcartão tríplex pós-consumo do mercado brasileiro com rigidez competitiva. O produto tem 50% de fibras recicladas em sua composição, sendo 30% vindas de pós-consumo.

IMPACTO
O conglomerado financeiro Alfa, que já tinha ações dentro da filosofia ESG (como gestão de riscos socioambientais, desenvolvimento de `produtos verdes` e aceleração de ONGs), lança agora o programa “Alfa Impacta Mais”.

Com isto, o grupo passa a fazer parte de movimentos setoriais que promovem a sustentabilidade.

PRAZO
Encerram-se nesta segunda, 10, as inscrições de projetos sociais no programa “Reações que Transformam”, promovido pela Unipar – companhia líder na produção de cloro e PVC, na América do Sul.

As iniciativas selecionadas poderão receber patrocínio da companhia para continuidade de suas ações durante 2021. Consulte o site http://www.unipar.com/


RELATÓRIO
Com apoio de mídia do Portal Acionista, o 23º Prêmio Abrasca Relatório Anual abre inscrições. Serão avaliados os relatórios em termos de conteúdo e concorrem aqueles distribuídos neste ano, com reporte do exercício de 2020.

Não concorrerão relatórios publicados exclusivamente em jornais e em razão da pandemia a Comissão Julgadora informa que só receberá materiais online, não mais os impressos. A exemplo de anos anteriores, haverá premiação nas Categorias Companhia Aberta, Companhia Fechada e Organizações Não-Empresariais.

AGENDE-SE
Está marcado para os dias 1º e 2 de Setembro próximo o XVIII Seminário Internacional CPC. “Combinações de Negócios” e o “ESG – Evoluções e Reflexos na Contabilidade” são temas da pauta, cuja íntegra pode ser acessada pelo link http://www.eventos.facpc.org.br

As inscrições já estão abertas e o evento tem apoio de divulgação do Portal Acionista.

BIOMAS
Com a presença do ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, foi lançado o Projeto Biomas Tropicais. Na mesma ocasião também houve o anúncio do Seminário Internacional “Os Desafios da Ciência em Novo Pacto Global do Alimento”, que ocorrerá nos dias 15 e 16 de junho próximo.

Concebido pelo Instituto Fórum do Futuro, o Projeto Biomas Tropicais vai aprofundar o conhecimento dos biomas brasileiros com base em avaliação científica.

SEGURANÇA
De acordo com o professor Alysson Paolinelli (indicado ao Prêmio Nobel da Paz de 2021), as ciências tropicais dispõem de tecnologia para oferecer uma base segura de desenvolvimento sustentável às nações mais necessitadas de alimentos, renda e emprego.

“É indispensável debater uma estratégia para enfrentar a realidade pós-pandemia”, disse o engenheiro agrônomo e criador da Embrapa, Paolinelli, que também preside o Fórum. Ao lado dele estiveram ainda personalidades como Evaldo Vilela, presidente do CNPq, Roberto Rodrigues, ex-ministro da Agricultura e Celso Moretti, dirigente da Embrapa.







Veja também

0 comentários | Comente

 Digite seu comentário

*preenchimento obrigatório



Ninguém comentou essa notícia ainda... Seja o primeiro a comentar!