Atenção

Fechar

Pelas Empresas

Sandro Rego é o novo diretor de Comunicação e Marketing da MOSS, plataforma de compra e venda de crédito de carbono

Executivo tem passagens por Grupo Boticário, Banco Safra e FleishmanHillard e comandará as áreas de comunicação, marketing e diversidade da climate tech

São Paulo, maio de 2021 – A MOSS, plataforma líder de compra e venda de créditos de carbono, anuncia o jornalista Sandro Rego como o seu novo diretor de Comunicação e Marketing. A climate tech criada há um ano enviou mais de R$ 70 milhões para projetos de preservação da Amazônia e oferece soluções para neutralizar as emissões de dezenas de empresas, incluindo Mercado Bitcoin, Rally dos Sertões e a ONG Onçafari.

Rego soma mais de 25 anos de experiência nas áreas de marketing, relações institucionais, captação de investimentos e em projetos de sustentabilidade. O jornalista tem passagens por CSN, Bunge, Grupo Boticário e Banco Safra. Também foi gerente geral no Brasil da FleishmanHillard, uma das maiores agências do mundo.

Como executivo da MOSS, o profissional vai responder pela estratégia de governança e de crescimento institucional para os próximos anos. Rego também ficará responsável pelo aprimoramento de processos de cultura organizacional e pela implementação de um comitê de diversidade.

“Vejo um DNA de empresa global e moderna na MOSS, a quintessência do ESG: foco em meritocracia, governança, agilidade e impacto socioambiental. Os alicerces estão montados, e entro com a missão de institucionalizar, ainda mais, essa estrutura”, afirma o novo diretor da MOSS.

Sandro Rego irá se reportar diretamente ao fundador e CEO da companhia, Luis Adaime.

Sobre a MOSS

A MOSS é uma climate tech, empresa de tecnologia para serviços ambientais, com atuação global. Em 2020, criou o primeiro token lastreado em crédito de carbono, usado para compensação de gases de efeito estufa (GEE). Em um ano de existência, a MOSS e seus clientes já enviaram à Amazônia mais de 70 milhões de reais, que serviram para preservar, aproximadamente, 800 milhões de árvores. Um crédito de carbono é um ativo imaterial que equivale a evitar a emissão de 1 tonelada de CO2 (dióxido de carbono) em um determinado ano por meio de projetos de conservação de florestas, energia limpa, biomassa, entre outros.







Veja também

0 comentários | Comente

 Digite seu comentário

*preenchimento obrigatório



Ninguém comentou essa notícia ainda... Seja o primeiro a comentar!

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.