Atenção

Fechar

Pelas Empresas

Anglo American dará início à restauração da Igreja Matriz de São José, em Itapanhoacanga

De Belo Horizonte

A mineradora Anglo American, em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), dará início em outubro às obras de restauração da Igreja Matriz de São José, em Itapanhoacanga, distrito de Alvorada de Minas (MG). Serão investidos R$ 4 milhões pela empresa nos trabalhos de recuperação do patrimônio, que tem 236 anos de história.

Dentre as atividades, a Igreja receberá ações civis e serviços de restauração artística, além do sistema de proteção de descargas atmosféricas, alarme e proteção a incêndios. A previsão é de que as obras durem 18 meses. Todo o processo de restauração será gerido pelo Instituto Flávio Gutierrez, com acompanhamento do Iphan.

Segundo o padre Dário Vieira dos Santos, a Igreja Matriz de São José, fechada para celebrações há cerca de 10 anos, desperta um sentimento de pertencimento dos moradores locais. "Restaurar este templo é reafirmar a identidade de Itapanhoacanga. As pessoas sentem falta das celebrações na Igreja e até moradores que não seguem o catolicismo nutrem vínculos afetivos com o espaço", explica o pároco da comunidade.

Construída em 1785 como capela filial da Matriz da Vila do Príncipe (atual município de Serro), a Igreja ostenta belas pinturas decorativas de Manuel Antônio da Fonseca, compondo?se de doze painéis que representam cenas da vida de São José e da infância de Jesus. Tombada pelo Iphan em 1972, a última restauração no local ocorreu há mais de 20 anos, entre os anos 1999 e 2000.

"Com a oferta de recursos vai ser possível realizar a tão sonhada restauração da Igreja de São José no distrito de Itapanhoacanga. Como prefeito e cidadão de Alvorada de Minas, quero deixar registrado o meu agradecimento à Anglo American e a todos os envolvidos nesse maravilhoso projeto. É com muita alegria no coração que vamos realizar este sonho", comemora o prefeito do município, Valter Costa.

"Nossa atuação busca ativamente trazer ganhos para as populações das comunidades que nos recebem. Esse investimento, que se soma a uma série de restaurações do patrimônio histórico regional realizada nos últimos anos, está totalmente alinhado ao nosso propósito de reimaginar a mineração para melhorar a vida das pessoas", ressalta Aldo Souza, diretor Técnico, de Projetos e Sustentabilidade da Anglo American.

Itapanhoacanga

O povoado de Itapanhoacanga, hoje parte do município de Alvorada de Minas, pertencia ao antigo distrito do Serro do Frio. Foi parte do Caminho dos Diamantes e da Estrada Real, que ligava o Serro a Ouro Preto.

História recuperada

A Anglo American vem realizando uma série de obras para recuperação dos conjuntos históricos e sacros da região. Com investimentos de R$ 8,5 milhões, a empresa foi responsável pela reforma da Matriz de Nossa Senhora da Conceição, em Conceição do Mato Dentro (MG), que havia ficado interditada por 13 anos. O templo é um tesouro artístico e pictórico do barroco brasileiro, repleto de artes sacras com mais de 200 anos.

A Anglo American também investiu R$ 3,5 milhões na restauração do núcleo histórico de Córregos, um dos conjuntos patrimoniais mais importantes e antigos do Caminho dos Diamantes, na Estrada Real, com referências da virada do século XVIII. Já foram restauradas a Capela de Nosso Senhor dos Passos, a Casa Paroquial, o chafariz e o conjunto de 37 fachadas. A próxima etapa da obra é a reforma da Igreja Matriz de Nossa Senhora Aparecida dos Córregos.

Sobre a Anglo American

A Anglo American é uma empresa líder global em mineração e nossos produtos são essenciais em quase todos os aspectos da vida moderna. Nosso portfólio de operações competitivas de classe mundial, que inclui uma ampla gama de opções de desenvolvimento futuro, fornece metais e minerais para um mundo mais limpo, mais verde e mais sustentável, atendendo ao rápido crescimento das demandas diárias de bilhões de consumidores.

Com nossas pessoas no coração dos nossos negócios, utilizamos práticas inovadoras e as mais recentes tecnologias para descobrir novos recursos e minerar, processar, movimentar e comercializar nossos produtos, os quais possibilitam a vida moderna para os nossos clientes – de forma segura, responsável e sustentável.

Como produtora responsável de diamantes (por meio da De Beers), cobre, metais do grupo da platina, minério de ferro de qualidade premium, carvão metalúrgico para siderurgia e níquel, além do projeto de nutrientes naturais em desenvolvimento, estamos comprometidos em atingir a neutralidade nas emissões de carbono em nossas operações até 2040. De forma mais ampla, por meio de nosso Plano de Mineração Sustentável, estamos comprometidos com uma série de metas desafiadoras para garantir que trabalhemos em prol de um meio ambiente saudável, desenvolvendo comunidades prósperas e construindo confiança como líder corporativo.

Trabalhamos em conjunto com nossos parceiros de negócios e diversas partes interessadas para liberar o potencial do valor sustentável que esses recursos representam para as comunidades e países onde operamos, para nossos acionistas, além da sociedade como um todo. A Anglo American está reimaginando a mineração para melhorar a vida das pessoas.

Crédito da foto: Henrique Cunha/ Anglo American.







Veja também

0 comentários | Comente

 Digite seu comentário

*preenchimento obrigatório



Ninguém comentou essa notícia ainda... Seja o primeiro a comentar!

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.