Atenção

Fechar

Energia & Crédito Carbono

Rio Open e ENGIE irão neutralizar emissões de CO2 geradas pelo deslocamento do público no torneio de 2022

Público poderá calcular a emissão de carbono para chegar e sair do Jockey Club Brasileiro e contribuir para um planeta mais sustentável. Evento acontece de 12 a 20 de fevereiro. Para participar é necessário incluir o código do ingresso em www.neutralizarioopen.com.br


Além dos grandes espetáculos nas quadras e das diversas atrações para o público, o Rio Open apresentado pela Claro também tem histórico em algo invisível ao olho nu, mas extremamente importante: a Sustentabilidade. E na edição de 2022 isso não será diferente. Depois de obter o reconhecimento da ONU pelas iniciativas, o Rio Open dá mais um importante passo no processo de neutralização do impacto ambiental de suas atividades. Em parceria com a ENGIE, maior empresa privada de energia do Brasil, além da descarbonização do evento em si, a organização do Rio Open irá neutralizar também as emissões de CO2 derivadas do deslocamento do público. Na última edição, em 2020, os parceiros já haviam descarbonizado o evento, de forma inédita no circuito ATP 500.


Foto da Edição de 2020, antes da pandemia. Divulgação.

Para fortalecer a iniciativa e apoiar na descarbonização da sua participação no evento, é necessário que o público inclua o código do ingresso em www.neutralizarioopen.com.br e calcule as emissões do seu transporte até o local, sem nenhum custo ou compromisso adicional.

"A beleza e exuberância da biodiversidade carioca, em especial, a Lagoa Rodrigo de Freitas, nosso anfiteatro durante essa semana de eventos, nos inspira. Queremos ser campeões nesse game de preservação, e não apenas sentar na plateia. Por isso esse ano queremos ir além de realizar um evento carbono neutro certificado. Queremos, de forma voluntaria, ampliar esse escopo e incluir os cálculos de emissões de todo o deslocamento do publico até o evento, para neutralizá-lo também. Por isso é fundamental a participação de todos para deixarmos o Rio Open, cada vez mais, um evento carbono zero", afirma Marcia Casz, diretora do Rio Open.

Em 2020 o Rio Open, também em parceria com a ENGIE, compensou 400 toneladas de carbono geradas pela montagem, operação e desmontagem do evento. Além de neutralizar também todas as viagens aéreas nacionais e internacionais dos atletas e das equipes técnicas, e o resíduos gerado através de créditos de carbono cedidos pela Usina Hidrelétrica Jirau. "Nosso propósito é agir para acelerar a transição para uma economia neutra em carbono por meio do consumo reduzido de energia e soluções mais sustentáveis, o que inclui a redução e a neutralização de emissões. Estamos muito felizes em, novamente, utilizarmos créditos de carbono gerados pelas nossas usinas de geração de energia para tornar o Rio Open mais sustentável ainda", comenta o CEO da ENGIE no Brasil, Mauricio Bähr.

O Rio Open desenvolveu em parceria com a ENGIE um Plano Estratégico que começou a ser implementado em 2020. O objetivo é que o evento seja um modelo de responsabilidade ambiental, em linha com os principais eventos esportivos do mundo. O trabalho contempla a neutralização das emissões decorrentes da realização do torneio e desenvolvimento de ações sustentáveis.

Esse compromisso se inicia bem antes do evento, quando são aplicados os princípios da circularidade na cadeia de resíduos, através de três etapas: redução, reciclagem e reutilização. Um exemplo de redução são os copos reutilizáveis disponíveis nos bares. Na reciclagem, são implementadas ações para a destinação de resíduos orgânicos para compostagem e de recicláveis para cooperativas licenciadas. Todas as concessionárias de alimentação e bebida também irão utilizar materiais recicláveis.

O foco principal é a reutilização dos materiais. Nesse contexto, durante o torneio são feitas pulseiras com cordas de raquetes utilizadas nas competições, e que ficam à venda na loja de produtos oficiais, a La Boutique. A organização do evento também irá destinar lonas para uso de cooperativas parceiras, tampinhas de garrafas para serem trocadas por cadeiras de rodas e bolas e sobras de uniformes para projetos sociais.

A visão de sustentabilidade do evento contempla iniciativas no campo social, impacto econômico com a geração de emprego e renda e o uso do grande poder do esporte para promover a conscientização e preservação ambiental.

Esportivamente o torneio também é conhecido pelo seu alto nível. É o primeiro ATP World Tour 500 da história do Brasil e integra o seleto grupo de 13 torneios denominados ATP 500, sendo um dos 22 mais importantes do calendário da ATP e único que ocorre no país. Isso o credencia como o maior evento esportivo anual do Rio de Janeiro e um dos três eventos de nível ATP disputados no saibro, junto com Hamburgo e Barcelona. Para a edição de 2022 já estão confirmados os Top 10 Matteo Berrettini e Casper Ruud, o medalhista olímpico Pablo Carreño Busta e a revelação Carlos Alcaraz.

INGRESSOS RIO OPEN 2022

Os ingressos para a oitava edição do Rio Open Apresentado pela Claro podem ser adquiridos no site www?eventim?com?br/rioopen. O maior torneio de tênis da América do Sul e único da ATP no Brasil acontece de 12 a 20 de fevereiro de 2022, no Jockey Club Brasileiro, sendo dia 12 o qualifying com entrada gratuita. No dia 14 tem início a chave principal, com a Grande Final acontecendo no dia 20 de fevereiro.

A programação para a chave principal contará com duas sessões de segunda-feira a quinta-feira: Sessão 1, com início às 16h30; e Sessão Noite, não antes das 19h. Já de sexta-feira a domingo, o torneio terá sessão única. A sessão 1 será composta pelo 1º jogo da Quadra Central e mais todos os jogos das quadras externas. A sessão noite será formada pelos jogos que começam não antes das 19h na Quadra Central, além dos jogos nas quadras externas. Qualquer ingresso dá acesso ao complexo que será montado no Jockey Club Brasileiro, não importa a sessão.

Sobre o Rio Open

O Rio Open 2022 conta com patrocínio máster da Claro, patrocínio do Santander, Betway, Emirates,HDI e Mubadala. Também com as empresas, Rolex, Engie, Shell, B3, Petra, EMS, e, ainda com Qualicorp, Prosegur, Café Melitta, IBMEC e Shopping Leblon. A Fila será a responsável pelo material esportivo e a Wilson fornecedora da bola oficial do evento. World Wine oferecerá o espumante e vinho oficiais do Rio Open. O evento conta ainda com parceria do Jockey Club Brasileiro, Prefeitura do Rio e Riotur.

O Sportv é a emissora oficial do Rio Open e transmite em HD todos os jogos da quadra central para o Brasil e mais de 150 países através da ATP Media.

O evento é incentivado pela Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, através da Lei Federal de Incentivo ao Esporte e também pela Lei Estadual de Incentivo ao Esporte do Governo do Estado do Rio de Janeiro por meio da Secretaria de Estado de Esporte Lazer e Juventude.

O Rio Open é uma promoção da IMM com realização do Instituto Carioca de Tênis.

Mais informações:
www.rioopen.com
www.facebook.com/rioopenoficial
www.twitter.com/RioOpenOficial
www.instagram.com/rioopenoficial







Veja também

0 comentários | Comente

 Digite seu comentário

*preenchimento obrigatório



Ninguém comentou essa notícia ainda... Seja o primeiro a comentar!

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.