Atenção

Fechar

Artigos e Estudos

As plantas revolucionaram a minha vida

Por Carol Nilo, Jornalista e Paisagista

Olá, me chamo Carol Nilo, sou jornalista e paisagista. Quero contar para vocês como cheguei até aqui e porque estou escrevendo sobre esse universo mágico das plantas. Trabalhei com Comunicação Corporativa nos últimos 18 anos, mas a pandemia mudou tudo. Saí do mundo corporativo para os jardins, da cidade grande (Niterói) para o interior (minha cidade natal no Sul de Minas, Itanhandu). Quero compartilhar como me apaixonei pelas as plantas e como o paisagismo entrou na minha vida.

No início da pandemia, em 2020, fomos obrigados a parar, certo? Foi aí que as coisas começaram a tomar um rumo completamente inesperado por mim até então. Nessa pausa consegui perceber como o ritmo da minha vida estava acelerado, muitas vezes atravessando o meu próprio ritmo. Tenho gêmeas, hoje com 12 anos, e nos últimos 8 anos trabalhava na área de comunicação de uma multinacional. Adorava meu trabalho e todos da equipe, mas a rotina do escritório era puxada e o dia-a-dia uma correria danada. Por vezes me sentia como se estivesse em uma gincana, sem muita certeza do prêmio final.

Na pausa obrigatória do lockdown, veio uma vontade grande de encontrar algo que me trouxesse alegria, calma e que me conectasse comigo. Foi aí que comecei a cuidar das plantas da casa da minha mãe e esse espaço tão desejado foi sendo criado. Comecei a fazer cursos relacionados ao tema, um mundo novo se abriu e não parei mais. Conheci a 'Ecologia profunda' em um curso do Futuro Possível, comecei a estudar Comunicação Não-Violenta com a Ju Royo e 'Ciências Holísticas' na Escola Schumacher Brasil. Esse mês completo a formação em Design para Sustentabilidade, do Gaia Education Brasil. Nesse período, criei o espaço @casulodeflor para falar desse aprendizado e da experiência de conexão com a natureza.

Foi então que algo inesperado aconteceu. Ano passado fui desligada da empresa em que trabalhava. O conhecimento construído nesse período e a busca por um olhar interno mais generoso comigo mesma foram fundamentais para que seguisse adiante, além de ter sido o empurrão que precisava para me jogar de corpo e alma no paisagismo. Percebi que o cuidado diário com as plantas e os estudos trouxeram repertório – e coragem – para ampliar o leque profissional. Não abandonei a comunicação, porque sigo com projetos bacanas na área, mas hoje em dia posso dizer que sou jornalista e paisagista! Posso dizer também que o ‘Casulo de Flor’ representa um espaço sagrado, que traz uma felicidade genuína.

Agora mais uma etapa se inicia, trazendo um calor no coração. Começo a escrever aqui na Plurale sobre o que tenho aprendido com as plantas e sobre elas. Vamos falar sobre cuidar, plantar, regar, fazer mudas e tudo mais que quiserem saber. Que a vida se torne mais verde para vocês, como tem se tornado para mim. Esse caminho, garanto, é lindo!







Veja também

1 comentário | Comente

 Digite seu comentário

*preenchimento obrigatório



Zilda |
Vc merece carol Nilo, tudo de bom que Deus te der.abracao .

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.