Atenção

Fechar

Energia & Crédito Carbono

Neoenergia recomenda dicas de segurança elétrica em construções e reformas

Companhia compartilha orientações com clientes sobre prevenção de ocorrências

Orientar os clientes a realizar a frequente manutenção de instalações elétricas é uma prática recorrente da Neoenergia. Algumas recomendações são fundamentais para o consumidor ficar atento ao contratar serviço especializado. Uma delas é a necessidade de o profissional manter uma distância segura da rede de distribuição ou, ainda, usar materiais com haste longa (como réguas, rodos de pintura, entre outros) a fim de garantir a segurança em construções e reformas.

Para evitar ocorrências, a Neoenergia realiza ações fixas de esclarecimento por meio de mensagens na conta de luz, canais de relacionamento com o cliente, hub de segurança no site da empresa, publicações nas redes sociais e sites, além de campanhas publicitárias, ações educativas, parcerias com entidades de classe, entre outras iniciativas. "Com a conscientização, os consumidores podem adotar hábitos mais seguros. No caso de construção ou reparos, devem escolher um profissional qualificado para o serviço", orienta o gerente de Saúde e Segurança da Neoenergia, Harley Albuquerque.

Com o compromisso de deixar o consumidor bem orientado, a Neoenergia recomenda 12 dicas de segurança:

  1. Profissional especializado: ao fazer a instalação ou reparo elétrico, é necessário contratar um profissional certificado para realizar a atividade. Também é muito importante recorrer à prefeitura local para regularizar a situação da construção ou reforma no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) do estado, para garantir a conformidade e segurança.
  2. Atenção no distanciamento da fiação pública: construções ou reformas devem ter, no mínimo, 2,5 metros de distância dos fios do poste. Essa é a medida mais segura para qualquer tipo de obra. Os andaimes, por exemplo, devem ser montados longe da rede elétrica. É preciso atenção para não deixar vergalhões e calhas tocarem na rede.
  3. Não construir ao redor de postes: é prática ilegal qualquer tipo de construção ao redor de postes em terrenos vazios. A possibilidade de choque elétrico nessa situação é muito alta.
  4. Observação: a construção muito próxima a postes de iluminação pública também é de grande risco. Para esse caso, o ideal é não realizar a obra ou modificar o poste de lugar, recorrendo à prefeitura local.
  5. Evite a circulação em áreas com instalações elétricas: esses locais podem oferecer riscos de ocorrências, principalmente dentro de construções. A utilização de escadas móveis, por exemplo, requer muito cuidado; antes de apoiá-las, é necessário observar a distância dos fios/ rede elétrica.
  6. Fique atento ao aquecimento ou desligamento automático de aparelhos domésticos: avalie a temperatura de interruptores, tomadas e fios dos aparelhos; e o funcionamento de lâmpadas e equipamentos. É muito importante também prestar atenção se os disjuntores desarmam eventualmente ou se a conta de energia apresenta aumento repentino.
  7. Substitua fios amassados, com corrosão ou sem a capa isolante: se as fiações estiverem com os fios metálicos à mostra, é necessário trocar imediatamente esses objetos para evitar choques e curtos-circuitos.
  8. Evite ligações diretas e adaptações: não realize ligações de tomadas, disjuntores ou qualquer adaptação na instalação da rede elétrica.
  9. Instalação de tomadas e disjuntores longe de locais com água: deve ser tomada uma distância segura entre as pias, torneiras ou outros locais que possuem água ao instalar as tomadas e disjuntores dentro de casa. Se não for possível, é necessário ter uma atenção grande na utilização de aparelhos nesses locais.
  10. Observação: o mesmo conselho vale para a proximidade de objetos que forneçam calor/superfície quente (fornos ou lareira, por exemplo) e fios, pois pode haver a degradação das capas isolantes protetoras e futuros acidentes decorrentes disso.
  11. Para reparos elétricos, desligue a chave condutora de energia: em caso de consertos elétricos (seja o reparo de uma tomada ou troca de lâmpada), o ideal é desligar o disjuntor do local antes da ação para bloquear a energia e evitar choques e descargas elétricas.
  12. Compre produtos com o certificado do Inmetro: ao realizar a compra de componentes como fiação, tomadas, disjuntores, entre outros objetos ligados à parte elétrica, certifique-se de que esses possuem o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Produtos sem esse certificado podem oferecer, posteriormente, riscos de choques, curtos-circuitos e problemas com o consumo.

Canais de atendimento

Se houver riscos envolvendo a rede elétrica, os clientes devem entrar em contato com a distribuidora local.

Neoenergia Coelba: www.neoenergiacoelba.com.br | WhatsApp (71) 3370-6350

Neoenergia Pernambuco: www.neoenergiapernambuco.com.br | WhatsApp (81) 3217-6990

Neoenergia Cosern: www.neoenergiacosern.com.br | WhatsApp (84) 3215-6001

Neoenergia Elektro: www.neoenergiaelektro.com.br | WhatsApp (19) 2122-1696

Neoenergia Brasília: www.neoenergiabrasilia.com.br | WhatsApp (61) 3465-9318

Central de Relacionamento com Clientes Neoenergia Coelba, Neoenergia Pernambuco e Neoenergia Cosern: 116

Central de Relacionamento com Clientes Neoenergia Elektro: 0800 701 01 02

SOBRE A NEOENERGIA: Companhia de capital aberto com ações (NEOE3) negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo. Parte do grupo espanhol Iberdrola, a empresa atua no Brasil desde 1997, sendo atualmente uma das líderes do setor elétrico do país. Presente em 18 estados e no Distrito Federal, seus negócios estão divididos nas áreas de geração, transmissão, distribuição e comercialização. As suas distribuidoras, Neoenergia Coelba (BA), Neoenergia Pernambuco (PE), Neoenergia Cosern (RN), Neoenergia Elektro (SP/MS) e Neoenergia Brasília (DF) atendem a mais de 15 milhões de clientes, o equivalente a uma população superior a 37 milhões de pessoas.

A Neoenergia possui 4 GW de capacidade instalada em geração, sendo 88% de energia renovável, e está implementando mais 0,7 GW com a construção de novos parques eólicos e solar. Em transmissão, são 2,3 mil km de linhas em operação e 4,3 mil km em construção. Por meio do Instituto Neoenergia, fomenta o desenvolvimento sustentável a partir de ações socioambientais e, assim, contribui para a melhoria da qualidade de vida das comunidades onde a empresa atua, sobretudo, pessoas mais vulneráveis, visando sempre pelo desenvolvimento sustentável. A companhia é a primeira empresa no País a patrocinar exclusivamente a Seleção Brasileira de Futebol Feminino, dando nome à competição nacional, que passa a se chamar Brasileirão Feminino Neoenergia. Desde janeiro de 2021, integra a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3 – Brasil, Bolsa, Balcão – que reúne companhias que possuem as melhores práticas de governança e sustentabilidade corporativa.







Veja também

0 comentários | Comente

 Digite seu comentário

*preenchimento obrigatório



Ninguém comentou essa notícia ainda... Seja o primeiro a comentar!

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.