Atenção

Fechar

Destaques

Guia do verão em NYC

Por Viviane Faver, de Nova Iorque

Fotos de Viviane Faver e Divulgação

Especial para Plurale

Este verão em NYC promete ser inesquecível. A energia da cidade aumenta ainda mais quando as temperaturas sobem e a lista de atrações é quase que interminável. Tem entretenimento para todos os gostos, cinemas montados nos terraços de prédios, festivais de música nos parques, a Mermaid Parade (foto abaixo), que celebrará 40 anos no famoso calçadão de Coney Island, e a imperdível Parada Gay. Para os mais comportados, os restaurantes oferecem menus com pratos e drinks feitos especialmente para o verão e os todos os museus estão exibindo exposições imperdíveis.

Foto - Festas alegram as ruas do Brooklin

Foto - Mermaid Parade

De acordo com o presidente e CEO da NYC & Company, Fred Dixon, a estimativa é que até o final do ano a cidade recupere mais de 80% do número de visitantes registrados em 2019. "A cidade de Nova York está passando por um renascimento extraordinário. Além dos locais icônicos que os visitantes conhecem e amam - como os shows da Broadwal, estamos vendo o aumento de pequenos negócios autênticos que oferecem uma experiência diferenciada para o turista que quiserem se aprofundar mais na cultura dos diferentes bairros da cidade."

Foto - Telhado verde no Javits Center

SUSTENTABILIDADE

Destaque também para o novo projeto de sustentabilidade com o recém-reformado e ampliado centro de covenções, Javits Center (foto), na 34th street, que estreou recentemente um telhado verde de sete acres de última geração. O telhado tornou-se um santuário para a vida selvagem da área, incluindo 29 espécies de pássaros, cinco espécies de morcegos e milhares de abelhas. Os visitantes podem agendar uma visita para saber mais sobre como funciona a instalação para a redução do consumo de energia.

Enquanto isso, o novo parque público de Nova York, Little Island, localizado perto do Meatpacking District, oferece espaços arborizados com vista para o rio para os moradores e visitantes explorarem. E o Central Park, um dos espaços verdes mais emblemáticos do mundo, criou o Central Park Climate Lab em parceria com a Yale School of the Environment e a Natural Areas Conservancy para desenvolver novas pesquisas e ferramentas para ajudar os parques urbanos a gerenciar os severos impactos da mudança climática.

GASTRONOMIA

Novos restaurantes estão sendo inaugurados e/ou reabrindo por todos os cantos da cidade. Williamsburg é o novo lar do famoso restaurante da Filadélfia, Laser Wolf e a loja israelense do chef e restaurateur Michael Solomonov, localizada na cobertura do hotel The Hoxton.

O Rockefeller Center, que este verão tem uma pista de patinação retrô para patins de quatro rodas, também conta com um novo restaurante francês, o Le Rock Lysée. E no East Village foi inaugurado um requintado restaurante LGBTQ+ chamado HAGS.

A ONG 'The Campaign Against Hunger' abriu um café em Edgemere, Queens, chamado Beach Dunes Eats & Arts Café, que usará todos os lucros para combater a insegurança alimentar na cidade.


Uma parada obrigatória é o restaurante The Queensboro (foto), em Jackson Heights, no Queens. Criado por três moradores do bairro, a cozinha é diversificada e representa uma mistura cultural, assim como o bairro do Queens, com preço bem acessível.

O destaque vai para as cervejas artesanais, feitas em cervejarias independentes do bairro Queens, vinhos diferentes e raros, e coquetéis que usam bitters feitos pelos próprios donos, que fazem uma lista que muda sazonalmente.

Segundo um dos donos, Dudley Stewart, para esse verão eles criaram o The Red & Black, que é feito com morangos vindos do mercado verde local, com suco de limão espremido na hora e tequila da casa servida em um copo de pedras com borda de pimenta preta.

"Todas as semanas fazemos pratos diferentes com peixe fresco do nosso mercado verde local e a preparação varia, desde o jeon de peixe ao estilo coreano, a carne assada de folha de bananeira, para dar alguns exemplos."

Além disso, o restaurante também é um espaço comunitário, e abre as portas para grupos locais realizarem eventos e encontros, para artistas exporem seus trabalhos e se apresentarem. Grupos de leitura, shows de comédia, shows de drag são alguns dos eventos que acontecem no The Q.

"Acreditamos em pagar a nossa equipe um salário digno, por isso assinamos o programa One Fair Wage para defender o aumento do salário mínimo com gorjeta, participamos de vários programas para ajudar a alimentar pessoas que sofrem de insegurança alimentar e estamos orgulhosos ter recebido inúmeros prêmios de nossos eleitos locais", conta Stewart.


ARTE

Os entusiastas da arte podem mergulhar profundamente na vida pessoal de um dos artistas mais elogiados do século 20 em uma nova exposição: Jean-Michel Basquiat: King Pleasure (foto). A exposição inclui mais de 200 pinturas, desenhos e artefatos e compartilha a história do artista nascido no Brooklyn.

O Museu Guggenheim está hospedando a primeira exposição individual em um museu de Nova Iorque; Cecilia Vicuña: Spin Spin Triangulene. A pioneira artista, poetisa, ativista e cineasta chilena contemporânea Cecilia Vicuña (n. 1948, Santiago). A exposição mostra a produção da artística de Vicuña desde o final dos anos 60 até hoje, e apresenta a amplitude de sua prática multidisciplinar, incluindo pinturas, trabalhos sobre papel, têxteis, filmes, uma instalação site-specific Quipu (Knot), uma performance única de um Quipu "vivo", e novas pinturas e trabalhos sobre papel criados especificamente para esta apresentação. A exposição estará em exibição até o dia 5 de setembro.

O Whitney Museum of American Art está comemorando sua 80ª Bienal de Whitney, Quiet as It's Kept, apresentando uma série de artistas intergeracionais exibindo uma constelação de arte e ideias que estão presentes hoje, em exibição até o dia 5 de setembro.

Os entusiastas da história poderão desfrutar de uma aula de moda americana no The Met Fifth Avenue: An Anthology of Fashion está em exibição até o dia 5 de setembro. A exposição apresenta roupas femininas e masculinas do século 18 até os tempos atuais.

A mais nova exposição do Museu de Arte Moderna, Henri Matisse: The Red Studio, está em exibição até o dia 10 de setembro, com foco na pintura do artista francês de 1911 e apresentando trabalhos nunca vistos antes.

No dia 1º de julho, o Brooklyn Museum fará sua primeira exposição dedicada ao falecido artista e designer Virgil Abloh.


FUTURO

Há ainda mais restaurantes, atrações, eventos, hotéis e atualizações de infraestrutura para 2023, incluindo o famoso Apollo Theater que está passando pela primeira expansão de sua história. Também tem a inauguração do novo Victoria Theater e a primeira praça de alimentação africana no Harlem, chamado Alkebulan. E ainda a abertura do Universal Hip Hop Museum no Bronx; o Museu American LGBTQ+ e o Centro de Artes Cênicas do World Trade Center.

Para quem gosta de comprar, a cidade conta com a reabertura de lojas de departamentos como Century21; entre outras.







Veja também

0 comentários | Comente

 Digite seu comentário

*preenchimento obrigatório



Ninguém comentou essa notícia ainda... Seja o primeiro a comentar!

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.