Atenção

Fechar

Artigos e Estudos

Mentoria como parceira estratégica

Por GLAUCIMAR PETICOV, Colunista de Plurale

Diante do genuíno compromisso de ampliar representatividades vejo como fundamental incluir a mentoria como um movimento estratégico. Afinal, essa é uma ferramenta importante na composição de um cenário no qual busca-se protagonismo. Vejo como um movimento necessário e significativo para profissionais e empresas, uma vez que o entendimento é traduzido na maioria das vezes, no impacto dos resultados.

Portanto, falar de mentoria é reforçar a importância de uma aliada poderosa que está ao nosso alcance. Uma relação que tem como objetivo compartilhar conhecimentos, habilidades e experiências para traçar em conjunto caminhos para o desenvolvimento onde a troca surge como vetor de provocações, reflexões, orientações, e inspiração para o nosso crescimento pessoal e profissional.

Afinal o grande gol é compartilhar e muitas vezes resignificar comportamentos para estarmos melhor preparados para os desafios, eliminando hábitos que não mais devem ter espaço, revisitando posturas, ações, atitudes e ampliando nosso networking, pois expandir nossa rede de contatos conta muito para a diversidade de ideias e movimentos, convertendo desafios em possibilidades.

Para que o processo flua é vital a definição previa de expectativas com clareza, estabelecer uma comunicação contínua e transparente, respeitando a confidencialidade das discussões para construir uma relação de credibilidade e confiança com feedback frequentes. Dessa forma, alcançamos eficácia para assegurar um olhar mais cuidadoso em relação às qualidades e inseguranças de uma maneira assertiva, sem pré-julgamentos ou preconceitos.

Em uma visão mais ampla, a mentoria pode ser também um elemento de representatividade, onde profissionais - sobretudo aquelas em início da carreira - podem conviver mais de perto com as lideranças e ampliar horizontes e possibilidades, um contato valioso para o autodesenvolvimento dado a proximidade e consistência, gerando um espaço seguro para que discussões sadias, criando oportunidades para que possamos nos desenvolver de forma integral e plena.

(*) Glaucimar Peticov é Colunista de Plurale, colaborando com artigos sobre ESG. Formada em Psicologia com Pós-Graduação em Administração de Recursos Humanos e especialização em Marketing, iniciou sua carreira em 1984 em Instituições Financeiras, chegando a Diretora Executiva e CCO do Banco Bradesco. Atualmente é Palestrante, Mentora, VP do Conselho Deliberativo do Instituto Brasil Digital, Embaixadora do Programa de Mentoria Feminina “Nós por elas”, Membro do Conselho Deliberativo do Instituto Vasselo Goldoni, integrante do grupo Conselheiras do Brasil, e coautora do livro "RISE AND RAISE OTHERS". Apaixonada por educação e gestão de pessoas, recebeu mais de 40 prêmios nacionais e internacionais por seu trabalho em RH e desenvolvimento, e acredita na educação e atitudes colaborativas como motores de transformação social.







Veja também

0 comentários | Comente

 Digite seu comentário

*preenchimento obrigatório



Ninguém comentou essa notícia ainda... Seja o primeiro a comentar!

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.